Porto Alegre, domingo, 04 de outubro de 2020.
Dia do Barman e dia Mundial dos Animais.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
domingo, 04 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Educação

- Publicada em 18h26min, 04/10/2020. Atualizada em 18h38min, 04/10/2020.

Leite garante: 'Existe protocolo e proteção para ter retorno seguro' às aulas presenciais

'É muito importante que a educação volte a ter a parte presencial', insistiu o governador

'É muito importante que a educação volte a ter a parte presencial', insistiu o governador


LUIZA PRADO/JC
O governador Eduardo Leite disse, enquanto visitava a Expointer, que tem convicção de que é o momento de retomada das aulas presenciais no Rio Grande do Sul. Após impasse e negociações, Porto Alegre obteve sinal verde para a reabertura de escolas. Nesta segunda-feira (5), começam atividades em Educação Infantil, Ensino Profissionalizante e de Jovens e Adultos (EJA).  
O governador Eduardo Leite disse, enquanto visitava a Expointer, que tem convicção de que é o momento de retomada das aulas presenciais no Rio Grande do Sul. Após impasse e negociações, Porto Alegre obteve sinal verde para a reabertura de escolas. Nesta segunda-feira (5), começam atividades em Educação Infantil, Ensino Profissionalizante e de Jovens e Adultos (EJA).  
"É muito importante que a educação volte a ter a parte presencial. Não é o presencial como acontecia  antes, mas com revezamento nas turmas, redução no número de alunos em salas de aula, recreios intercalados. A população precisa saber disso", reforçou Leite.
Para buscar dirimir posições contrárias, o governador argumentou sobre impactos que a demora na retomada pode gerar, com dimensões não só na educação.
"O custo de não ter as aulas no desenvolvimento de crianças e jovens, perda futura de produtividade pela perda de capacidade de qualificação do capital humano por não ter aulas seria muito maior do que o custo em relação à pandemia. Existe formas, protocolo, cuidado e proteção para ter esse retorno seguro", tranquilizou Leite.
O governador indicou que espera chegar a consenso com as prefeituras para estruturar o retorno. 
"Continuo insistindo: para o Estado, as famílias, as crianças e os jovens é importante ter o retorno presencial." 
Na última sexta-feira (2), enquanto era oficializado p acordo entre Estado e Capital para a liberação das aulas, diretores de escolas estaduais protestaram alegando falta de condições para receber os alunos. A rede estadual retorna em 20 de outubro, após adiamento em uma semana.   
Comentários CORRIGIR TEXTO