Porto Alegre, sexta-feira, 02 de outubro de 2020.
Dia Internacional do Notário.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 02 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Educação

- Publicada em 11h17min, 02/10/2020. Atualizada em 17h40min, 02/10/2020.

Volta às aulas no Ensino Médio estadual passam para o dia 20 de outubro

Escolas de Ensino Médio, como o Julinho, retomam atividades de preparação na próxima segunda-feira (5)

Escolas de Ensino Médio, como o Julinho, retomam atividades de preparação na próxima segunda-feira (5)


LUIZA PRADO/JC
Juliano Tatsch
O governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual de Educação (Seduc-RS), convocou nesta quinta-feira (1) professores dos ensinos Médio e Técnico, além de funcionários de escolas, a retornarem às atividades presenciais a partir da próxima segunda-feira, dia 5 de outubro, para atividades de preparação ao retorno das aulas nesses níveis de ensino, que estava marcado, inicialmente, para o dia 13, mas, foi transferido para o dia 20.
O governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual de Educação (Seduc-RS), convocou nesta quinta-feira (1) professores dos ensinos Médio e Técnico, além de funcionários de escolas, a retornarem às atividades presenciais a partir da próxima segunda-feira, dia 5 de outubro, para atividades de preparação ao retorno das aulas nesses níveis de ensino, que estava marcado, inicialmente, para o dia 13, mas, foi transferido para o dia 20.
A mudança da data de reinício das aulas se deu, conforme a Seduc-RS, em razão da necessidade de que os materiais e equipamentos de proteção individuais (EPIs) para alunos, professores e funcionários cheguem em sua totalidade às escolas.
O retorno dos servidores a partir desta segunda-feira se dará em regime de plantão, em revezamento e escalonamento. A partir de segunda-feira, serão realizadas ações de organização das equipes, adaptação dos ambientes frente aos protocolos e alinhamento pedagógico à Matriz de Referência do Modelo Híbrido de Ensino, entre outras iniciativas.
Como se trata de uma convocação, todos os professores e funcionários devem comparecer às escolas. A assessoria da Seduc-RS esclarece que servidores que fazem parte dos grupos de risco para o novo coronavírus – seja por terem comorbidades, seja em razão da idade – não estão incluídos na convocação e não precisam comparecer às escolas, necessitando apenas, no caso de comorbidades, apresentar atestado médico.
Os EPIs que serão utilizados quando do retorno das aulas começam a chegar nas escolas a partir desta segunda-feira, conforme a Seduc-RS. Para os trabalhadores que voltam já no dia 5, as escolas devem realizar a aquisição dos materiais com recursos próprios, por meio dos verbas disponíveis via autonomia financeira.
As escolas que não dispuserem de recursos, em decorrência da não prestação de contas em tempo hábil, ou outros motivos, devem entrar em contato com o gabinete do Departamento Administrativo (DAD) da Seduc-RS. Estas aquisições devem contemplar a quantidade de EPIs e materiais de higienização necessários para professores e servidores pelo período de 15 dias.
A secretaria encaminhou às Coordenadorias Regionais de Educação um memorando que orienta para este retorno das atividades presenciais de preparação. Entre os requisitos, estão a aquisição e o uso de máscaras, álcool gel, termômetro, luvas descartáveis de látex, produtos de higienização, água sanitária e desinfetantes, conforme os protocolos sanitários.
O governo afirma que irá dispor de um investimento na casa de R$ 270 milhões para aprendizagem, capacitação, aquisição de equipamentos de proteção e materiais de desinfecção e contratação de professores e profissionais de apoio (serventes e merendeiras).
A compra dos EPIs e dos materiais de desinfecção foi concluída, devendo ser entregue em sua totalidade no período de 15 dias, entre o início das atividades de preparação (5/10) e o início das aulas (20/10).

Para Cpers, convocação traz “muita preocupação”

Em nota, o Cpers-Sindicato, que representa os professores da rede estadual de ensino, afirma que o movimento de retorno às escolas já a partir da próxima segunda-feira causa “muita preocupação”. A categoria realiza uma Assembleia Geral na próxima quinta-feira (8), que já estava marcada antes da convocação da Seduc-RS, para definir as estratégias a serem seguidas.
“Conforme deliberação do Conselho Geral do sindicato, muitas escolas estão fazendo valer a gestão democrática e a autonomia para deliberar, junto aos seus conselhos escolares e CPMs, pelo não retorno devido à falta de condições estruturais e recursos”, informa o Cpers.
Uma preocupação do sindicato diz respeito aos trabalhadores dos grupos de risco com contratos emergenciais que, por receio de serem exonerados caso fiquem afastados por mais 15 dias, podem acabar se dirigindo às escolas.
Calendário estadual para o retorno das aulas presenciais:
  • Educação Infantil: 8 de setembro
  • Ensino Superior, Ensino Médio e Ensino Técnico: 21 de setembro
  • Ensino Fundamental - Anos Finais: 28 de outubro
  • Ensino Fundamental - Anos Iniciais: 12 de novembro
Comentários CORRIGIR TEXTO