Porto Alegre, quarta-feira, 23 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 23 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre

- Publicada em 18h23min, 20/09/2020. Atualizada em 19h01min, 20/09/2020.

Sol atrai público para o Brique no aniversário da Redenção

Bom clima ajudou no segundo fim de semana de atividade

Bom clima ajudou no segundo fim de semana de atividade


LUIZA PRADO/JC
Carlos Villela
O clima úmido que tipicamente ocorre durante setembro deu uma folga este fim de semana e permitiu o retorno das atividades, mesmo que de forma parcial, do Brique da Redenção. Mesmo com a permissão para funcionamento publicada desde o fim de agosto, o clima instável impediu a volta até o dia 13. Entretanto, o movimento foi bem menor se comparado a este domingo, um dia comparável aos dias de março, último mês de atividades antes do fechamento. Casualmente a data, 20 de setembro, não é só o feriado de comemoração da Guerra dos Farrapos, mas é também o dia do aniversário de 85 anos do Parque Farroupilha.
O clima úmido que tipicamente ocorre durante setembro deu uma folga este fim de semana e permitiu o retorno das atividades, mesmo que de forma parcial, do Brique da Redenção. Mesmo com a permissão para funcionamento publicada desde o fim de agosto, o clima instável impediu a volta até o dia 13. Entretanto, o movimento foi bem menor se comparado a este domingo, um dia comparável aos dias de março, último mês de atividades antes do fechamento. Casualmente a data, 20 de setembro, não é só o feriado de comemoração da Guerra dos Farrapos, mas é também o dia do aniversário de 85 anos do Parque Farroupilha.
Apesar do alto número de porto-alegrenses transitando pelo parque, o público estava de máscara e aparentemente respeitando as regras de distanciamento social. Casais, famílias e pessoas sozinhas caminhavam distantes entre si, embora desviar de quem vinha pela frente fosse um pouco difícil justamente pela quantidade de pessoas. O movimento, que já era alto em torno das 14h, foi aumentando durante a tarde.
O casal de expositores Márcia e Carlos da Silva, que vendem antiguidades e bijuterias, comemoraram que o clima finalmente colaborou para um bom dia de brique. “Finalmente tivemos um dia bonito, de sol”, comemorou Márcia. As bancas estão mais espaçadas, e eles explicam que agora o critério para que os feirantes possam se estabelecer é de chegada.
{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2020/09/20/206x137/1_lp_200920___brique__22_-9143020.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5f67a60b575a9', 'cd_midia':9143020, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2020/09/20/lp_200920___brique__22_-9143020.jpg', 'ds_midia': 'Movimento no Brique da Redenção.   Na foto: Márcia e Carlos da Silva', 'ds_midia_credi': 'LUIZA PRADO/JC', 'ds_midia_titlo': 'Movimento no Brique da Redenção.   Na foto: Márcia e Carlos da Silva', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '800', 'cd_midia_h': '533', 'align': 'Left'}
Casal vende antiguidades e bijuterias e comemorou que o clima finalmente colaborou para a feira. Foto Luiza Prado/JC
Os artistas de rua, uma das atrações mais características a ocorrer paralelamente ao brique, estavam em número mais reduzido ainda. Alguns instrumentistas estavam presentes, como o tocador de flauta transversal, mas artistas como o ‘Homem do Gato’ e estátuas-vivas, que costumam gerar aglomerações, não estavam por lá – ao menos por enquanto. Já as bancas de alimentação estavam quase todas de volta, e havia uma fila com mais de dez pessoas para apenas um carrinho de pipoca.
No parque aniversariante, quase todos os bancos estavam ocupados. Além de um número alto de pessoas praticando esportes, as gramas estavam cheias de pessoas deitadas aproveitando o sol. A grande maioria estava de máscara, retirando o equipamento para atividades como alimentação ou tomar chimarrão.
Já a pré-campanha eleitoral, que normalmente atrai candidatos para locais públicos mesmo com o impedimento de pedir votos, o que só será permitido na próxima semana, parecia não ocorrer. Apesar das típicas manifestações políticas em camisetas do público, havia apenas uma propaganda de um pré-candidato a vereador, sem muitas informações, em uma bicicleta.
Comentários CORRIGIR TEXTO