Porto Alegre, quarta-feira, 23 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 23 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Acidente

- Publicada em 18h23min, 19/09/2020. Atualizada em 19h32min, 19/09/2020.

Terremoto de 6,9 graus atinge Atlântico perto de Fernando de Noronha

Moradores de Noronha e de ilhas vizinhas dizem que não sentiram nenhum dos tremores

Moradores de Noronha e de ilhas vizinhas dizem que não sentiram nenhum dos tremores


FABIANE MADEIRA/DIVULGAÇÃO/JC
Um terremoto de magnitude de 6,9 graus na escala Richter foi registrado na noite desta sexta-feira (18) no oceano Atlântico, perto de Fernando de Noronha, que pertence a Pernambuco, e do arquipélago São Pedro e São Paulo, que é administrado pela União.
Um terremoto de magnitude de 6,9 graus na escala Richter foi registrado na noite desta sexta-feira (18) no oceano Atlântico, perto de Fernando de Noronha, que pertence a Pernambuco, e do arquipélago São Pedro e São Paulo, que é administrado pela União.
O registro foi feito por estações da Rede Sismográfica Brasileira operadas pelo Laboratório Sismológico da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.
O epicentro foi localizado a cerca de 282 quilômetros a leste de São Pedro e São Paulo, a 816 km a nordeste de Fernando de Noronha e também próximo a Natal (RN), Recife (PE) e Fortaleza (CE).
Segundo a Rede Sismográfica Brasileira, há possibilidade de novos terremotos nos próximos dias, mas o risco de tsunami está descartado.
Moradores da ilha diz que não sentiram os tremores. No arquipélago São Pedro e São Paulo, cujo tamanho é equivalente a dois campos de futebol, também não foi percebido nenhum abalo. O local abriga somente uma base da Marinha
José Bertotti, secretário estadual de Meio Ambiente de Pernambuco, disse que este tipo de fenômeno não é comum na região. "Estou em contato permanente com o distrito naval para monitorar qualquer consequência que ainda possa oferecer risco ou ameaça a Fernando de Noronha."
Folhapress
Comentários CORRIGIR TEXTO