Porto Alegre, quarta-feira, 23 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 23 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

distanciamento controlado

- Publicada em 14h02min, 13/09/2020. Atualizada em 16h04min, 13/09/2020.

Governo do RS recebe oito pedidos de reconsideração do mapa prévio do distanciamento

Solicitações são de regiões preliminarmente em vermelho que pedem a permanência em laranja

Solicitações são de regiões preliminarmente em vermelho que pedem a permanência em laranja


maria ana krack - pmpa/divulgação/jc
O mapa preliminar da 19ª rodada do Distanciamento Controlado recebeu, nas últimas 36 horas, oito pedidos de reconsideração por parte de municípios e de associações regionais, de acordo com informações do governo gaúcho divulgadas neste domingo (13). Em nota, o governo do aponta que todas as solicitações são de regiões preliminarmente em vermelho que pedem a permanência em bandeira laranja.
O mapa preliminar da 19ª rodada do Distanciamento Controlado recebeu, nas últimas 36 horas, oito pedidos de reconsideração por parte de municípios e de associações regionais, de acordo com informações do governo gaúcho divulgadas neste domingo (13). Em nota, o governo do aponta que todas as solicitações são de regiões preliminarmente em vermelho que pedem a permanência em bandeira laranja.
Anunciado na sexta-feira (11), o levantamento aponta sete regiões com bandeira vermelha, classificadas como de alto risco para a transmissão do novo coronavírus, e 14 com laranja, de risco médio. As sete regiões preliminarmente classificadas com risco alto para o contágio por coronavírus são Porto Alegre, Erechim, Palmeira das Missões, Santa Maria, Guaíba, Passo Fundo e Caxias do Sul. 
O mapa definitivo será divulgado, após análise dos recursos, na tarde de segunda-feira (14).
{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/png/2020/09/11/206x137/1_mapa_distanciamento-9134672.png', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5f5be7e18a7a3', 'cd_midia':9134672, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/png/2020/09/11/mapa_distanciamento-9134672.png', 'ds_midia': 'mapa distanciamento', 'ds_midia_credi': 'REPRODUÇÃO/JC', 'ds_midia_titlo': 'mapa distanciamento', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '615', 'cd_midia_h': '498', 'align': 'Left'}
Levantamento prévio aponta sete regiões com bandeira vermelha, classificadas como de alto risco. Foto Reprodução/JC
O número de pedidos de reconsideração diminuiu consideravelmente desde que o sistema de cogestão, no qual as regiões podem adotar protocolos próprios, foi implementado. A cogestão foi adotada na 14ª rodada. 
Até o momento, 17 regiões optaram por adotar protocolos regionais: Capão da Canoa, Taquara, Novo Hamburgo, Canoas, Porto Alegre, Santo Ângelo, Cruz Alta, Ijuí, Santa Rosa, Palmeira das Missões, Passo Fundo, Pelotas, Caxias do Sul, Cachoeira do Sul, Santa Cruz do Sul, Lajeado e Erechim.
Comentários CORRIGIR TEXTO