Porto Alegre, sexta-feira, 31 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 31 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Imprensa

Veja as cinco matérias mais lidas do Jornal do Comércio de 26 a 31 de julho

Semana teve polêmica após financiamento coletivo de cervejaria e fissura em barragem no Estado

Semana teve polêmica após financiamento coletivo de cervejaria e fissura em barragem no Estado


REPRODUÇÃO/JC
As matérias a seguir foram as cinco mais lidas pelos leitores no site do Jornal do Comércio na semana entre 26 e 31 de julho. Clique nos títulos para ler o texto completo e fique por dentro dos assuntos mais comentados da semana:  
As matérias a seguir foram as cinco mais lidas pelos leitores no site do Jornal do Comércio na semana entre 26 e 31 de julho. Clique nos títulos para ler o texto completo e fique por dentro dos assuntos mais comentados da semana:  
 
  1. Cervejaria gaúcha com temática negra sofre ataques racistas ao iniciar financiamento coletivo - Implicantes quer se manter ativa para seguir levando ideologia junto aos seus produtos. Matéria: Luka Pumes. Foto: Luiza Prado/JC
  2. Defesa Civil detecta fissura na barragem de São Francisco de Paula e emite alerta - Moradores de comunidades ribeirinhas ao longo do Rio das Antas receberam alerta. Matéria: Equipe do site.
  3. Eduardo Leite diz que ainda não há previsão sobre volta das aulas presenciais no RS - 'Trata-se de uma pesquisa, não é decisão de retorno presencial (às aulas)', preveniu Leite. Matéria: Equipe do site.
  4. Complexo Porto Seco: o hub logístico de Porto Alegre - Regularizado neste ano, complexo logístico busca atrair mais empresas e melhorar acesso viário. Matéria: Pedro Carrizo, especial para o JC.
  5. Trabalhadores do comércio lideram a lista de confirmações em Gramado - O município ficou por um bom tempo sem casos positivos de residentes. Matéria: Jornal Cidades.
Comentários CORRIGIR TEXTO