Porto Alegre, quarta-feira, 22 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 22 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

saúde

- Publicada em 17h23min, 22/07/2020. Atualizada em 20h11min, 22/07/2020.

Porto Alegre terá mais três locais de testagem para Covid-19

O paciente poderá chegar com a requisição de qualquer Unidade de Saúde para ser testado

O paciente poderá chegar com a requisição de qualquer Unidade de Saúde para ser testado


HOSPITAL DIVINA PROVIDÊNCIA/DIVULGAÇÃO/JC
Porto Alegre terá mais três pontos para diagnóstico de Covid-19 a partir desta quinta-feira (23). Os testes RT-PCR, aplicado quando a pessoa tem sintomas da doença, serão realizados em tendas montadas em três Unidades de Saúde (US) da Capital: US Cristal (rua Cruzeiro do Sul, 2702), (US) 1º de Maio (avenida Prof. Oscar Pereira, 6199) e São Carlos (avenida Bento Gonçalves, 6670). 
Porto Alegre terá mais três pontos para diagnóstico de Covid-19 a partir desta quinta-feira (23). Os testes RT-PCR, aplicado quando a pessoa tem sintomas da doença, serão realizados em tendas montadas em três Unidades de Saúde (US) da Capital: US Cristal (rua Cruzeiro do Sul, 2702), (US) 1º de Maio (avenida Prof. Oscar Pereira, 6199) e São Carlos (avenida Bento Gonçalves, 6670). 
Todas as unidades são administradas pelo Hospital Divina Providência e funcionarão das 8h às 20h, com exceção da unidade Cristal, que irá até as 19h.
Segundo nota divulgada pelo Divina Providência, novos profissionais foram contratados para realizar a coleta de exames, que serão previamente solicitados pela prefeitura. Assim, para ser testado, o paciente poderá chegar com a requisição de qualquer Unidade de Saúde da cidade que terá sua coleta realizada e enviada ao laboratório.
Cada tenda realizará coletas por SWAB, recolhendo células da orofaringe e nasofaringe - do fundo da boca e do fundo do nariz.
Os trabalhos nestas unidades de saúde seguem o movimento da prefeitura de ampliação das testagens na Capital. Na última semana, as coletas começaram a ser feitas com pessoas sem sintomas. Além disso, no começo de julho, o Rio Grande do Sul recebeu 500 mil anestésicos do Uruguai para serem utilizadas na intubação de pacientes em estado grave nas Unidades de Tratamento Intensivo (UTI), na maioria em decorrência da Covid-19.
Comentários CORRIGIR TEXTO