Porto Alegre, quinta-feira, 24 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 24 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Saúde

- Publicada em 19h10min, 20/07/2020. Atualizada em 21h03min, 20/07/2020.

Hospital da Pucrs abre inscrições para voluntários testarem a vacina da Covid-19

Equipe do Centro de Pesquisa já se prepara para a etapa de testes da fase 3 da vacina

Equipe do Centro de Pesquisa já se prepara para a etapa de testes da fase 3 da vacina


BRUNO TODESCHINI/PUCRS/DIVULGAÇÃO/JC
Já estão abertas as inscrições de voluntários em testar em Porto Alegre uma das vacinas em desenvolvimento no mundo contra a Covid-19. O Centro de Pesquisa (CT) do Hospital São Lucas (HSL) da Pucrs será um dos 12 centros no Brasil participantes da fase 3 de validação da vacina do laboratório chinês Sinovac Biotech com o Butantan. A chance de êxito da Coronavac é elevada, destaca o infectologista coordenador do CT, Fabiano Ramos. Em entrevista ao #JCExplica, Ramos detalhou como será o processo.  
Já estão abertas as inscrições de voluntários em testar em Porto Alegre uma das vacinas em desenvolvimento no mundo contra a Covid-19. O Centro de Pesquisa (CT) do Hospital São Lucas (HSL) da Pucrs será um dos 12 centros no Brasil participantes da fase 3 de validação da vacina do laboratório chinês Sinovac Biotech com o Butantan. A chance de êxito da Coronavac é elevada, destaca o infectologista coordenador do CT, Fabiano Ramos. Em entrevista ao #JCExplica, Ramos detalhou como será o processo.  
As doses da Coronavac chegaram a São Paulo nesta segunda-feira (20). Poderão se habilitar pessoas que cumprirem pré-requisitos. A previsão é de 800 participantes e só poderão se habilitar profissionais de saúde com mais de 18 anos. Algumas condições excluem voluntários, como ser gestante e já ter tido o vírus ou estra com sintomas da doença dias antes de receber a dose. 
A triagem e seleção dos candidatos começa na próxima semana por profissionais do corpo técnico, administrativo e operacional do CT. Já os testes devem começar na primeira semana de agosto.
Parte dos selecionados receberá a dose real do medicamento e outra apenas um placebo. As pessoas serão acompanhadas e terão de se apresentar no centro de pesquisa para avaliação dos resultados. A previsão é que esta etapa leve três meses.
A chance de ter uma vacina ainda este ano, caso os resultados indiquem eficácia, não foi confirmada. Tudo vai depender do processo produtivo. O Butantan já firmou contrato para fabricar as doses. O coordenador do CT aposta em oferta da vacina no começo de 2021, por volta de março e abril. O Brasil testa outra vacina, do projeto da Universidade de Oxford com o laboratório farmacêutico AstraZeneca.  

Critérios para poder se habilitar aos testes da coronavac:

Quem pode se candidatar:
  • Ser profissional da saúde e atuar em unidades especializadas em tratamento da Covid-19
  • Ter mais de 18 anos idade
Quem não pode participar: 
  • Pessoa com diagnóstico prévio de Covid-19 ou sintomas compatíveis com a doença nos dias anteriores à vacinação.
  • Ser gestante ou ter o desejo de engravidar durante os próximos três meses consecutivos.
  • Estar em período de amamentação.
  • Ter doenças crônicas sem devido controle, assim como doenças e/ou uso de medicações que comprometam o sistema imunológico.
  • Ter participado de outro estudo clínico com administração de produto sob investigação durante os últimos seis meses.
  • Ter recebido hemoderivados por transfusão nos últimos três meses.
A inscrição deve ser feita pelo formulário on-line.  

JC EXPLICA: Infectologista esclarece teses da Coronavac 

Comentários CORRIGIR TEXTO