Porto Alegre, quinta-feira, 24 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 24 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CLIMA

- Publicada em 16h43min, 13/07/2020. Atualizada em 16h59min, 13/07/2020.

Defesa Civil de Porto Alegre prorroga alerta de inundação até quarta-feira

Abrigo montado em escola da Ilha dos Marinheiros acolhe seis famílias da região ribeirinha da Capital

Abrigo montado em escola da Ilha dos Marinheiros acolhe seis famílias da região ribeirinha da Capital


LUIZ ADRIANO MADRUGA/PMPA/DIVULGAÇÃO/JC
Com base no monitoramento hidrológico, a Defesa Civil de Porto Alegre prorrogou o alerta de inundação da região do Arquipélago do Lago Guaíba até a próixima quarta-feira (15). Conforme o órgão, os principais rios das bacias da metade Norte do Estado encontram-se em declínio, afetando a rotina das comunidades ribeirinhas. A decisão foi tomada nesta segunda-feira (13), após reunião da Comissão Permanente de Atuação em Emergências (Copae), que integra órgãos municipais e instituições como Corpo de Bombeiros e CEEE.
Com base no monitoramento hidrológico, a Defesa Civil de Porto Alegre prorrogou o alerta de inundação da região do Arquipélago do Lago Guaíba até a próixima quarta-feira (15). Conforme o órgão, os principais rios das bacias da metade Norte do Estado encontram-se em declínio, afetando a rotina das comunidades ribeirinhas. A decisão foi tomada nesta segunda-feira (13), após reunião da Comissão Permanente de Atuação em Emergências (Copae), que integra órgãos municipais e instituições como Corpo de Bombeiros e CEEE.
A decisão do grupo é dar continuidade às providências previstas no Plano de Contingência de Enchentes, priorizando a integridade física das pessoas e cumprindo os protocolos de contenção da propagação do novo coronavírus.
Segundo a prefeitura, as equipes seguem em alerta para atender as famílias ribeirinhas, sendo que seis delas, num total de 15 pessoas, já estão no abrigo emergencial do município, montado na Escola Estadual Alvarenga Peixoto, na Ilha dos Marinheiros. O local, preparado para receber os desabrigados, oferece quatro refeições diárias, além de cobertores, roupas e materiais de higiene. Dez salas de aula, cozinha, dois banheiros com chuveiro quente e uma sala administrativa estão ocupadas para o atendimento da população ribeirinha.
Equipes da Defesa Civil e da Fundação de Assistência Social e Cidadania (Fasc) estão responsáveis pelo acolhimento das pessoas e organização dos espaços, para que seja respeitado o distanciamento social necessário.
Comentários CORRIGIR TEXTO