Porto Alegre, quinta-feira, 24 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 24 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Clima

- Publicada em 11h29min, 01/07/2020.

Santa Catarina registra ao menos nove mortes em decorrência do ciclone

Palmitos, no oeste catarinense, também registrou destruição devido aos fortes ventos

Palmitos, no oeste catarinense, também registrou destruição devido aos fortes ventos


DEFESA CIVIL SC/DIVULGAÇÃO/JC
O ciclone bomba que atingiu a região Sul do Brasil entre a noite de terça-feira (30) e a madrugada desta quarta-feira (01/07) deixou ao menos nove mortos e uma pessoa desaparecida em Santa Catarina. Segundo o governo do Estado de Santa Catarina, as mortes foram de uma idosa em Chapecó, um homem em Santo Amaro da Imperatriz, três em Tijucas, Governador Celso Ramos (1), Ilhota (1), Itaiópolis (1) e Rio dos Cedros (1). Além de uma pessoa que segue desaparecida em Brusque.
O ciclone bomba que atingiu a região Sul do Brasil entre a noite de terça-feira (30) e a madrugada desta quarta-feira (01/07) deixou ao menos nove mortos e uma pessoa desaparecida em Santa Catarina. Segundo o governo do Estado de Santa Catarina, as mortes foram de uma idosa em Chapecó, um homem em Santo Amaro da Imperatriz, três em Tijucas, Governador Celso Ramos (1), Ilhota (1), Itaiópolis (1) e Rio dos Cedros (1). Além de uma pessoa que segue desaparecida em Brusque.
A Defesa Civil relatou ventos de até 120km/h no Morro da Igreja, no Parque Nacional de São Joaquim. Destruição ocorreu em Palmitos (foto), no Oeste. Milhões de moradores ficaram sem sinal de telefone e internet. O governo pediu que a população fique em local seguro.
Mais de mil bombeiros militares, com o apoio de 380 viaturas, estão trabalhando para atender ocorrências, em especial quedas de árvores e placas. Já foram atendidas por volta de 1,6 mil ocorrências até a manhã desta quarta-feira. Segundo o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Charles Alexandre Vieira, as equipes seguirão nas ruas para atender todos os chamados. A Defesa Civil estadual entregou lonas em diversos municípios como Garuva.
Comentários CORRIGIR TEXTO