Porto Alegre, quarta-feira, 17 de junho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 17 de junho de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Ensino superior

17/06/2020 - 16h43min. Alterada em 17/06 às 16h43min

MEC estende aulas online de federais até fim do ano e libera estágio a distância

Universidades definem substituição de currículos e devem disponibilizar recursos aos alunos

Universidades definem substituição de currículos e devem disponibilizar recursos aos alunos


FREEPIK.COM/DIVULGAÇÃO/JC
O Ministério da Educação (MEC) autorizou que as aulas a distância em universidades federais se estendam até o dia 31 de dezembro, em portaria publicada no Diário Oficial da União nesta quarta-feira (17). Os cursos presenciais nestas instituições estão suspensos desde março, devido à pandemia do novo coronavírus. Segundo a portaria, estágios online também estão liberados, exceto na área de Medicina.
O Ministério da Educação (MEC) autorizou que as aulas a distância em universidades federais se estendam até o dia 31 de dezembro, em portaria publicada no Diário Oficial da União nesta quarta-feira (17). Os cursos presenciais nestas instituições estão suspensos desde março, devido à pandemia do novo coronavírus. Segundo a portaria, estágios online também estão liberados, exceto na área de Medicina.
De acordo com a portaria, as universidades têm o poder de definir quais currículos serão substituídos e devem disponibilizar recursos aos alunos para acompanhamento das aulas. Ainda de acordo com o texto, o MEC deve ser informado pelas instituições que seguirem o modelo proposto 15 dias antes das atividades letivas.
O documento também informa que as atividades acadêmicas suspensas no momento da epidemia devem ser repostas, para cumprir a carga horária. Os estágios e as práticas de laboratório poderão ser feitos a distância, com exceção dos estudantes de Medicina a partir do quinto ano. O Conselho Federal de Enfermagem (COFEN) e o Conselho Federal de Farmácia (CFF) afirmaram que irão à Justiça contra o estágio remoto.
 
Comentários