Porto Alegre, terça-feira, 24 de março de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre, terça-feira, 24 de março de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

ENERGIA

24/03/2020 - 14h47min. Alterada em 24/03 às 14h47min

Consórcio Poa Luz é o vencedor da PPP da iluminação pública de Porto Alegre

Consórcio deverá usar lâmpadas LED e expandir os serviços à população da Capital

Consórcio deverá usar lâmpadas LED e expandir os serviços à população da Capital


JOÃO MATTOS/ARQUIVO/JC
O Consórcio Poa Luz, composto pelas empresas Enel X Brasil, Selt Engenharia e Mobit-Mobilidade foi o vencedor da Parceria Público-Privada (PPP) da iluminação pública de Porto Alegre. O resultado foi publicado no Diário Oficial da Capital desta terça-feira (24).
O Consórcio Poa Luz, composto pelas empresas Enel X Brasil, Selt Engenharia e Mobit-Mobilidade foi o vencedor da Parceria Público-Privada (PPP) da iluminação pública de Porto Alegre. O resultado foi publicado no Diário Oficial da Capital desta terça-feira (24).
O consórcio foi o segundo colocado no leilão da PPP da iluminação, realizado em agosto do ano passado em São Paulo, com lance de R$ 1,79 milhão. O valor é o máximo a ser pago mensalmente pela prefeitura depois de renovado todo o parque de iluminação da cidade.
A assinatura do contrato está condicionada a julgamento do mandado de segurança impetrado em novembro do ano passado pelo Consórcio I.P. Sul, que venceu o leilão, mas foi posteriormente inabilitado. "Agora aguardamos os trâmites judiciais para que possamos assinar esse contrato, que é muito importante para entregar um serviço de maior qualidade para a população de Porto Alegre”, destaca o secretário municipal de Parcerias Estratégicas, Thiago Ribeiro.
O edital de concessão do gerenciamento da iluminação pública prevê que as lâmpadas atuais devam ser trocadas por lâmpadas de LED, gerando economia de 50%, além da expansão dos serviços à população. A prefeitura será a gestora do contrato, avaliando o desempenho do concessionário. O serviço refletirá em redução de acidentes noturnos, impacto ambiental, requalificação de áreas de convivência, maior sensação de segurança e bem-estar, eficiência na manutenção e economia de luz, segundo a prefeitura.