Porto Alegre, terça-feira, 18 de fevereiro de 2020.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Saúde

Notícia da edição impressa de 12/02/2020. Alterada em 11/02 às 20h51min

Dia D contra o sarampo terá 33 postos abertos em Porto Alegre

No próximo sábado (15), ocorre o Dia D de mobilização nacional para vacinação contra o sarampo. Em Porto Alegre, serão 33 unidades de saúde (USs) abertas. Duas das unidades atenderão das 9h às 15h e, as demais, das 8h às 17h (veja tabela).
No próximo sábado (15), ocorre o Dia D de mobilização nacional para vacinação contra o sarampo. Em Porto Alegre, serão 33 unidades de saúde (USs) abertas. Duas das unidades atenderão das 9h às 15h e, as demais, das 8h às 17h (veja tabela).
A campanha do Ministério da Saúde, lançada na segunda-feira (10), é dirigida a completar o esquema vacinal de crianças, adolescentes e jovens de cinco a 19 anos. Com o conceito "Mais proteção para a sua família", a campanha visa sensibilizar pais e responsáveis sobre os riscos de não vacinar seus filhos, reforçando que o sarampo é uma doença grave e que pode matar. A campanha se estende até 13 de março em todo o País.
No Rio Grande do Sul, aproximadamente 245 mil pessoas na faixa etária da campanha necessitam complementar o esquema vacinal. Em 2019, de acordo com dados do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs), o Rio Grande do Sul registrou 94 casos da doença, sendo 23 pessoas em Porto Alegre. Já nas primeiras cinco semanas de 2020, em nível estadual são 11 ocorrências confirmadas. Das 105 ocorrências positivas no total, 35,2% (37 pessoas) têm idades entre 20 e 29 anos; 22,9% (24) são jovens de 15 a 19 anos; e 21% (22), menores de um ano.
Em todo o Brasil, foram 18.092 casos em 24 unidades da federação, sendo 89% das ocorrências no estado de São Paulo, onde 14 pessoas morreram. Um outro óbito foi registrado em Pernambuco.
"É importante que as pessoas entendam as consequências de não se vacinar contra o sarampo, que é um vírus de alta transmissibilidade, podendo uma pessoa com a doença contaminar mais 18 indivíduos, e letalidade, principalmente em crianças. Por isso, os responsáveis devem ficar atentos e levar suas crianças para vacinar. Também, nesse momento, os gestores estaduais e municipais de saúde devem unir forças para deixar o Brasil novamente livre da circulação do sarampo", destacou o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.
Dando continuidade às ações em 2020, outras duas etapas de mobilização nacional devem ocorrer, além da prevista para este mês de fevereiro: junho a agosto, para reforço do público de 20 a 29 anos de idade, mais suscetíveis ao sarampo, e em agosto, para a população de 30 a 59 anos de idade.

Locais para vacinação no sábado

Das 8h às 17h
US Modelo
US Moab Caldas
US Nossa Senhora de Belém
US Cristal
US Primeiro de Maio
US Vila Cruzeiro
US Glória
US Rincão
US Centro de Extensão Universitária Vila Fátima
US Morro Santana/ GD
US Vila Jardim
US Rubem Berta
US Assis Brasil
US Santa Rosa
US IAPI
US Navegantes
US Diretor Pestana
US Ernesto Araújo
US Santo Alfredo
US Mapa
US Bananeiras
US Campo da Tuca
US Restinga Clínica da Família
US Macedônia
US Lami
US Tristeza
US Camaquã
US Beco do Adelar
US Guarujá
 
Das 9h às 15h
US Coinma
US Jardim ltu