Porto Alegre, sábado, 26 de setembro de 2020.
Dia Nacional dos Surdos.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 26 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Ensino superior

- Publicada em 11h12min, 11/02/2020. Atualizada em 18h56min, 11/02/2020.

Professores do IPA suspendem aulas pela quarta vez por atraso de salário

Docentes reclamam de atrasos salariais dos meses de novembro, dezembro, do 13º e de férias

Docentes reclamam de atrasos salariais dos meses de novembro, dezembro, do 13º e de férias


CENTRO UNIVERSIT/DIVULGAÇÃO/JC
Fernanda Soprana
Atualizada às 18h30min
Atualizada às 18h30min
Os professores do Centro Universitário Metodista (IPA) decidiram paralisar as atividades por tempo indeterminado em Porto Alegre a partir desta terça-feira (11). Os docentes protestam contra os atrasos nos pagamentos de novembro, dezembro, do 13º salário e do um terço de férias.
Segundo a diretora do Sindicato dos Professores do Ensino Privado do Rio Grande do Sul (Sinpro/RS), Margot Andras, 78 professores estão com o salário de novembro atrasado. Além disso, nenhum dos 225 professores da rede receberam o mês de dezembro e o 13º. "O IPA só pagou 30 dias de férias. Os professores têm dívidas e contas a pagar. Para que as aulas sejam retomadas, estamos pedindo que sejam pagos o mês de novembro e das férias, com o parcelamento de dois meses de salário", explica a docente.
{'nm_midia_inter_thumb1':'', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5c6f03d777ac4', 'cd_midia':8634598, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/gif/2019/02/21/banner_whatsapp_280x50px_branco-8634598.gif', 'ds_midia': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'ds_midia_credi': 'Thiago Machado / Arte JC', 'ds_midia_titlo': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '280', 'cd_midia_h': '50', 'align': 'Center'}
A paralisação foi decidida em assembleia da categoria na segunda-feira (10), quando as atividades deveriam ter iniciado no centro universitário. Nesta terça, de acordo com Margot, os professores estarão circulando pelo campus e há possibilidade de manifestação. A decisão será feita ao longo da tarde, dependendo da adesão e da repercussão da greve.
Esta é a quarta vez que os docentes do IPA paralisam as aulas devido a pendências salariais. "Os professores só paralisam como último recurso. Os atrasos são recorrentes desde 2018. No ano passado, todos os meses vieram com atrasos", diz a diretora.
Procurada, a administração do IPA afirma que já apresentou proposta de parcelamento dos valores atrasados para a regularizar as pendências financeiras e que "a folha de janeiro foi paga impreterivelmente em dia." Segundo a mantenedora, o IPA segue em "constante diálogo com seus funcionários e docentes".
Comentários CORRIGIR TEXTO