Porto Alegre, quarta-feira, 22 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 22 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Ciência

- Publicada em 12h11min, 31/01/2020. Atualizada em 15h04min, 31/01/2020.

Nova espécie de réptil é encontrada no Rio Grande do Sul

Ilustração do Dynamosuchus collisensis, do período pré-histórico

Ilustração do Dynamosuchus collisensis, do período pré-histórico


Márcio L. Castro/divulgação/jc
Uma nova espécie de réptil de 230 milhões atrás, compreendida no Período Triássico, teve a sua descoberta oficializada nesta sexta-feira (31). O achado foi oficializado através da publicação de um estudo por pesquisadores da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), do Museu de La Plata (Argentina) e da Virginia Tech (EUA). Trata-se do réptil Dynamosuchus collisensis, espécie que possuía pouco mais de 2 metros de comprimento e era um parente distante dos crocodilos.
Uma nova espécie de réptil de 230 milhões atrás, compreendida no Período Triássico, teve a sua descoberta oficializada nesta sexta-feira (31). O achado foi oficializado através da publicação de um estudo por pesquisadores da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), do Museu de La Plata (Argentina) e da Virginia Tech (EUA). Trata-se do réptil Dynamosuchus collisensis, espécie que possuía pouco mais de 2 metros de comprimento e era um parente distante dos crocodilos.
Responsável pelo feito em março de 2019, o paleontólogo da UFSM Rodrigo Temp Müller revelou o que seria a primeira espécie de réptil do grupo, o Ornithosuchidae. Répteis desse grupo eram conhecidos por apresentarem a forma do focinho mais projetada para a frente do que as mandíbulas inferiores, além de  dois dentes muito grandes em cada lado da mandíbula inferior.
Em novembro do ano passado, a universidade trouxe a descoberta da espécie Gnathovorax cabreirai, que data também de 230 milhões de anos atrás, realizada em São João do Polêsine, na região Central do Estado.
Comentários CORRIGIR TEXTO