Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 30 de janeiro de 2020.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

saúde

30/01/2020 - 16h52min. Alterada em 30/01 às 17h12min

Dois casos de suspeita de coronavírus no Rio Grande do Sul; Brasil conta com outros sete

Há 82 confirmados em 18 países diferentes

Há 82 confirmados em 18 países diferentes


PREFEITURA DE SÃO LEOPOLDO/FACEBOOK/DIVULGAÇÃO/JC
O Ministério da Saúde informou nesta quinta-feira (30), que continua a monitorar 9 casos de pacientes com suspeita de coronavírus no Brasil. Apesar de o número ser o mesmo do que já havia sido informado ontem, casos relatados no dia anterior foram descartados, mas outros, incluídos. No Rio Grande do Sul, por exemplo, entraram dois casos.
O Ministério da Saúde informou nesta quinta-feira (30), que continua a monitorar 9 casos de pacientes com suspeita de coronavírus no Brasil. Apesar de o número ser o mesmo do que já havia sido informado ontem, casos relatados no dia anterior foram descartados, mas outros, incluídos. No Rio Grande do Sul, por exemplo, entraram dois casos.
Segundo a pasta, os casos estão distribuídos em Minas Gerais (um). Ao todo, 43 casos foram notificados a autoridades de saúde do País, mas nem todas são tratados como suspeitos.
Em entrevista para apresentar um balanço sobre o coronavírus, Wanderson de Oliveira, secretário de Vigilância em Saúde, afirmou que a Organização Mundial de Saúde avalia se aumentará o nível de alerta no mundo para uma epidemia da doença.
"Pode ter ou não uma mudança de status da OMS. Mas só saberemos após a reunião que eles fazem hoje", disse Wanderson de Oliveira, secretário de Vigilância em Saúde do ministério, que apresentou o balanço de casos no mundo. Ao todo, 170 pessoas já morreram por causa do coronavírus, todos na China. Há 82 confirmados em 18 países diferentes.
Estadão Conteúdo
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia