Porto Alegre, sábado, 26 de setembro de 2020.
Dia Nacional dos Surdos.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 26 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Transportes

- Publicada em 08h54min, 30/01/2020. Atualizada em 12h56min, 30/01/2020.

Motoristas de aplicativos protestam contra criação de tarifa em Porto Alegre

Trabalhadores saíram em caminhada em direção à Câmara ocupando uma faixa da Loureiro da Silva

Trabalhadores saíram em caminhada em direção à Câmara ocupando uma faixa da Loureiro da Silva


Bruna Oliveira/Especial/JC
Bruna Oliveira
Centenas de motoristas de aplicativos de transporte se reuniram na manhã desta quinta-feira (30) no Largo Zumbi dos Palmares, em Porto Alegre, contra o pacote de mobilidade da prefeitura que começa a ser discutido hoje na Câmara de Vereadores. A prefeitura quer criar uma tarifa pelo uso do sistema viário. A taxa ajudaria a reduzir o valor da passagem dos ônibus.
Centenas de motoristas de aplicativos de transporte se reuniram na manhã desta quinta-feira (30) no Largo Zumbi dos Palmares, em Porto Alegre, contra o pacote de mobilidade da prefeitura que começa a ser discutido hoje na Câmara de Vereadores. A prefeitura quer criar uma tarifa pelo uso do sistema viário. A taxa ajudaria a reduzir o valor da passagem dos ônibus.
Os trabalhadores autônomos chegaram ao local por volta das 7h e saíram em caminhada em direção à Câmara ocupando uma faixa da avenida Loureiro da Silva. O trajeto foi escoltado pela Brigada Militar.
Enquanto caminhavam, os motoristas recebiam apoio da população, que gritavam "Fora Marchezan" enquanto cruzavam pelo protesto.
"Nossa questão é com o governo municipal, e não contra a população", frisou o presidente da Associação Liga dos Motoristas de Aplicativos (Alma-RS), Joe Moraes, ao reafirmar o tom pacífico da mobilização da categoria.
A principal reivindicação é a proposta de taxar em R$ 0,28 cada quilômetro rodado pelos veículos que operam por apps de transporte. A medida deve atingir em cheio os motoristas, diz Daniel Simões, que há dois meses trabalha com o serviço. Ele sai diariamente de Cachoeirinha, na região Metropolitana, para dirigir Uber na Capital.
O chamado pacote “transporte cidadão”, proposto pelo prefeito Nelson Marchezan Júnior, é composto por cinco pontos. Se todos os projetos forem aprovados, a prefeitura diz que a tarifa de ônibus na Capital poderia cair para R$ 2,00 em 2021.
Comentários CORRIGIR TEXTO