Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 25 de janeiro de 2020.
Aniversário da cidade de São Paulo. Aniversário dos Correios e Telégrafos.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Estradas

25/01/2020 - 09h53min. Alterada em 25/01 às 21h44min

PRF libera tráfego na BR-471 para todos os tipos de veículos

Trânsito no km 537 da rodovia foi interrompido devido a um afundamento da pista

Trânsito no km 537 da rodovia foi interrompido devido a um afundamento da pista


PRF/DIVULGAÇÃO/JC
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) liberou no início da noite deste sábado (25) o tráfego para todos os tipos de veículos no km 537 da BR-471, no Chuí. A passagem no trecho está sendo feita no sistema Siga x Pare, devendo permanecer assim até a tarde deste domingo (26), sendo monitorada e avaliada para a liberação total. 
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) liberou no início da noite deste sábado (25) o tráfego para todos os tipos de veículos no km 537 da BR-471, no Chuí. A passagem no trecho está sendo feita no sistema Siga x Pare, devendo permanecer assim até a tarde deste domingo (26), sendo monitorada e avaliada para a liberação total. 
Segundo a PRF, não foi registrado congestionamento nem fila de veículos em nenhum dos lados da rodovia até o início da noite deste sábado. Pela manhã, o tráfego já havia sido liberado apenas para veículos leves (automóveis e motos). 
O trânsito no trecho foi bloqueado na madrugada de sexta-feira (24) em decorrência de um afundamento na pista, em trecho próximo à reserva ambiental do Taim. No fim da tarde de sexta-feira, a PRF chegou a liberar uma passagem alternativa para veículos emergenciais, na altura da aduana uruguaia, permitindo a passagem de ambulâncias, bombeiros e carros policiais.
A rodovia é a principal ligação terrestre entre o Brasil e o Uruguai, na região litorânea, e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) orienta os motoristas a ficarem atentos à sinalização.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia