Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 15 de janeiro de 2020.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Tecnologia

Alterada em 15/01 às 14h30min

Spotify lança playlist com algoritmo para agradar pets

Segundo pesquisa global da empresa, 71% dos donos de animais tocam músicas para seus pets

Segundo pesquisa global da empresa, 71% dos donos de animais tocam músicas para seus pets


ANTONIO PAZ/JC
O Spotify disponibilizou nesta quarta-feira (15) a plataforma Pet Playlists, uma ferramenta baseada em um algoritmo que ajudará o usuário a ouvir uma playlist baseada nos atributos e características dos seus bichinhos de estimação.
O Spotify disponibilizou nesta quarta-feira (15) a plataforma Pet Playlists, uma ferramenta baseada em um algoritmo que ajudará o usuário a ouvir uma playlist baseada nos atributos e características dos seus bichinhos de estimação.
De acordo com comunicado enviado à imprensa, uma pesquisa global dentro do serviço chegou a conclusão de que 71% dos donos de animais tocam músicas para seus pets.
{'nm_midia_inter_thumb1':'', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5c6f03d777ac4', 'cd_midia':8634598, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/gif/2019/02/21/banner_whatsapp_280x50px_branco-8634598.gif', 'ds_midia': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'ds_midia_credi': 'Thiago Machado / Arte JC', 'ds_midia_titlo': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '280', 'cd_midia_h': '50', 'align': 'Center'}
A primeira etapa do Pet Playlists consiste em escolher qual é seu animal: cachorro, gato, iguana, hamster ou pássaro. Os próximos passos consistem em dar dados sobre suas características de seu comportamento.
Para a criação da ferramenta, a empresa consultou o musicólogo David Teie, violoncelista da Orquestra Sinfônica Nacional dos Estados Unidos, pioneiro no ramo e compositor de dois álbuns de músicas para gatos, e ele aconselhou sobre os gostos/desgostos gerais de cada animal.
Por exemplo, os cães não respondem bem às músicas com um alcance vocal baixo, pois costumam ser vistas como uma ameaça. Embora cada playlist seja criada algoritmicamente, a experiência de Teie impactou a maneira como o algoritmo foi programado.
Folhapress
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia