Porto Alegre, quinta-feira, 23 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 23 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Ensino superior

- Publicada em 16h23min, 12/12/2019. Atualizada em 16h55min, 12/12/2019.

Ufrgs é considerada a melhor universidade federal do País pelo oitavo ano seguido

Instituição atingiu a maior pontuação entre as federais, com um ICG de 4,29

Instituição atingiu a maior pontuação entre as federais, com um ICG de 4,29


Gustavo Diehl/Ufrgs/Divulgação/JC
A Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs) foi considerada a melhor entre as universidades federais do Brasil, segundo avaliação do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgada nesta quinta-feira (12). A avaliação corresponde ao ano de 2018. Este é o oitavo ano consecutivo em que a Ufrgs mantém a liderança no ranking.
A Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs) foi considerada a melhor entre as universidades federais do Brasil, segundo avaliação do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgada nesta quinta-feira (12). A avaliação corresponde ao ano de 2018. Este é o oitavo ano consecutivo em que a Ufrgs mantém a liderança no ranking.
A pesquisa do Inep, vinculado ao Ministério da Educação (MEC), classifica a qualidade do ensino superior segundo o Índice Geral de Cursos (ICG), escala que vai de 1 a 5.  A Ufrgs atingiu a maior pontuação entre as federais, com um ICG de 4,29. Segundo a avaliação do MEC, as universidades federais tiveram desempenho duas vezes melhor que particulares.
Desde 2012, a Ufrgs é a universidade federal com o maior IGC-Contínuo na avaliação do MEC. Nas avaliações dos anos de 2012, 2013 e 2014, a universidade também liderou o ranking geral das universidades.
{'nm_midia_inter_thumb1':'', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5c6f03d777ac4', 'cd_midia':8634598, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/gif/2019/02/21/banner_whatsapp_280x50px_branco-8634598.gif', 'ds_midia': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'ds_midia_credi': 'Thiago Machado / Arte JC', 'ds_midia_titlo': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '280', 'cd_midia_h': '50', 'align': 'Center'}
Na listagem geral, a Ufrgs ficou em segundo lugar, em ranking liderado pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), com ICG 4,39. Em terceiro está a Universidade Federal de Minas Gerais, seguida pela Universidade Federal de São Paulo e a Universidade Federal de Santa Catarina.
O ICG é resultado de uma média ponderada a partir dos conceitos da Capes para os cursos de pós-graduação stricto sensu e as notas contínuas do Conceito Preliminar de Cursos (CPC) da graduação. O CPC avalia o desempenho dos estudantes, o valor agregado pelo processo formativo oferecido pelo curso, o corpo docente e as condições oferecidas para o desenvolvimento do processo formativo.
Entre os cursos de graduação da Ufrgs, o de Serviço Social obteve CPC faixa 5, classificação máxima. Entre os cursos de Design Visual oferecidos em todo o país, o da instituição gaúcha recebeu a maior nota, com 3,67 - conceito faixa 4.
Comentários CORRIGIR TEXTO