Porto Alegre, sexta-feira, 24 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 24 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Segurança Pública

- Publicada em 03h21min, 30/10/2019. Atualizada em 15h27min, 30/10/2019.

Presos em viaturas terão de ser mandados para o Central

Presos não podem mais aguardar por uma vaga no sistema prisional em viaturas

Presos não podem mais aguardar por uma vaga no sistema prisional em viaturas


CLAITON DORNELLES/JC
Todos os presos que estão sob custódia em viaturas e delegacias de polícia em Porto Alegre devem ser encaminhados para o Presídio Central. A decisão da juíza da Vara de Execuções Criminais (VEC) da Capital Sonáli da Cruz Zluhan atende a um pedido da Superintendência de Serviços Penitenciários e da Secretaria Estadual de Administração Penitenciária.
Todos os presos que estão sob custódia em viaturas e delegacias de polícia em Porto Alegre devem ser encaminhados para o Presídio Central. A decisão da juíza da Vara de Execuções Criminais (VEC) da Capital Sonáli da Cruz Zluhan atende a um pedido da Superintendência de Serviços Penitenciários e da Secretaria Estadual de Administração Penitenciária.
Assim, os presos não podem mais aguardar por uma vaga no sistema prisional em viaturas, tendo de esperar, por, no máximo, 60 dias, no Central. Na decisão, a magistrada salienta que a medida não é a solução ideal, mas é menos danosa do que a que vinha sendo feita. Serão encaminhados ao Central os detentos que já fazem parte de alguma facção. Os que não se enquadram nesse critério, deverão ser enviados para a Penitenciária Estadual de Canoas.
Comentários CORRIGIR TEXTO