Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 06 de setembro de 2019.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Aeroportos

Alterada em 06/09 às 20h04min

Aeroporto de Porto Alegre registra atrasos de voos com mau tempo

Operação é afetada por raios, com voos atrasados para decolagens e desembarques que aguardam

Operação é afetada por raios, com voos atrasados para decolagens e desembarques que aguardam


MARCELO G. RIBEIRO/JC
O mau tempo afeta decolagens no Aeroporto de Porto Alegre na noite desta sexta-feira (6). A Fraport, concessionária do complexo aeroportuário, informou que as operações de solo foram suspensas "devido à incidência de raios das 17h49min às 18h49min". A empresa esclarece que os pousos ocorrem normalmente, por isso não há fechamento do aeroporto.
O mau tempo afeta decolagens no Aeroporto de Porto Alegre na noite desta sexta-feira (6). A Fraport, concessionária do complexo aeroportuário, informou que as operações de solo foram suspensas "devido à incidência de raios das 17h49min às 18h49min". A empresa esclarece que os pousos ocorrem normalmente, por isso não há fechamento do aeroporto.
Por volta das 19h45min, havia cinco decolagens atrasadas, quatro desembarques atrasados de aeronaves que pousaram, mas ficaram aguardando as taxiways. A Fraport diz que não houve cancelamento de voos. No site da empresa, o painel sobre voos indica 15 decolagens previstas até 1h.
Além de pousos, não foram prejudicados também os procedimentos de check-in, controle de inspeção e embarque. A Fraport diz que não ocorriam por volta das 19h as operações de solo (abastecimento de aeronaves e push back feito por equipamento para conduzir a aeronave antes de seguir à pista para decolar, o que gera impacto nas decolagens. O push back não é feito por questões de segurança.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia