Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 27 de agosto de 2019.
Dia do Psicólogo e do Corretor de Imóveis.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Greve

Alterada em 27/08 às 23h19min

Trabalhadores da Procergs entram em greve por tempo indeterminado

A decisão foi tomada por unanimidade em assembleia que contou com mais de 400 trabalhadores

A decisão foi tomada por unanimidade em assembleia que contou com mais de 400 trabalhadores


PROCERGS/DIVULGAÇÃO/JC
Os trabalhadores da Companhia de Processamento de Dados do Estado do Rio Grande do Sul (Procergs) anunciaram em comunicado oficial que entrarão de greve por tempo indeterminado em todo o Estado a partir da quarta-feira (28). A decisão foi tomada por unanimidade em assembleia que ocorreu na semana passada, na sede da empresa, em Porto Alegre.
Os trabalhadores da Companhia de Processamento de Dados do Estado do Rio Grande do Sul (Procergs) anunciaram em comunicado oficial que entrarão de greve por tempo indeterminado em todo o Estado a partir da quarta-feira (28). A decisão foi tomada por unanimidade em assembleia que ocorreu na semana passada, na sede da empresa, em Porto Alegre.
Os grevistas não aceitam a proposta do governo, que é de reajuste zero dos salários. Os manifestantes entregaram uma lista de reivindicações em junho, quando começaram a campanha salarial. Na terça-feira (27), aconteceu a última negociação entre representação dos trabalhadores e o governo estadual, que acabou sem acordos.
A Procergs é responsável por desenvolver sistemas e manter sites e serviços online de secretarias e de órgãos estaduais, como o Tudo Fácil, Detran, Polícia Civil e Brigada Militar, além do agendamento de consultas pelo SUS.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia