Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 26 de agosto de 2019.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Mobiliário urbano

23/08/2019 - 15h41min. Alterada em 26/08 às 00h42min

Maior empresa de mídia externa do mundo deve assumir relógios de rua em Porto Alegre

Relógios vão informar hora, temperatura, radiação solar e terão painel de mensagens, câmeras e wi-fi

Relógios vão informar hora, temperatura, radiação solar e terão painel de mensagens, câmeras e wi-fi


JOEL VARGAS/PMPA/JC
Os relógios de rua de Porto Alegre estão próximos de voltar a funcionar e ainda sob o comando da maior empresa de mídia externa do mundo. O consórcio Brasil Outdoor, que tem entre componentes a norte-americana Clear Channel, venceu a concorrência e ainda com preço 11 vezes maior que o lance mínimo pedido no edital lançado em maio. Os relógios estão desativados desde 2015, portanto, há quatro anos.
Os relógios de rua de Porto Alegre estão próximos de voltar a funcionar e ainda sob o comando da maior empresa de mídia externa do mundo. O consórcio Brasil Outdoor, que tem entre componentes a norte-americana Clear Channel, venceu a concorrência e ainda com preço 11 vezes maior que o lance mínimo pedido no edital lançado em maio. Os relógios estão desativados desde 2015, portanto, há quatro anos.
A abertura de envelopes foi na manhã desta sexta-feira (23) na prefeitura. Quatro propostas estavam no certame. A proposta que venceu chegou a R$ 81,7 milhões para instalar 168 relógios eletrônicos digitais de rua. O valor é duas vezes maior do que o segundo concorrente. Segundo a prefeitura, a Clear Channel explora o mobiliário urbano de Paris e os relógios digitais do Rio de Janeiro.
Notícias sobre temas das cidades são importantes para você?
O resultado sai no Diário Oficial de Porto Alegre (Dopa) na segunda-feira (26). O processo ainda não será concluído. Tem prazo de cinco dias para outros concorrentes apresentarem recurso. Depois disso, será marcada a data para habilitação do primeiro classificado. Vencidas essas etapas, a empresa terá até 45 dias para expor o protótipo dos relógios. A instalação dos equipamentos deve começar até o fim do ano, diz o município.
Os relógios vão informar hora, temperatura e radiação solar e terão painel de mensagens ao cidadão e câmeras de segurança, além de wi-fi gratuito. A localização seguirá os pontos da cidade que já têm licenciamento ambiental.
> Navegue pelo mapa para saber onde serão instalados os relógios de rua:
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia