Porto Alegre, domingo, 26 de julho de 2020.
Dia dos Avós.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
domingo, 26 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Mobiliário urbano

- Publicada em 15h41min, 23/08/2019. Atualizada em 00h42min, 26/08/2019.

Maior empresa de mídia externa do mundo deve assumir relógios de rua em Porto Alegre

Relógios vão informar hora, temperatura, radiação solar e terão painel de mensagens, câmeras e wi-fi

Relógios vão informar hora, temperatura, radiação solar e terão painel de mensagens, câmeras e wi-fi


JOEL VARGAS/PMPA/JC
Os relógios de rua de Porto Alegre estão próximos de voltar a funcionar e ainda sob o comando da maior empresa de mídia externa do mundo. O consórcio Brasil Outdoor, que tem entre componentes a norte-americana Clear Channel, venceu a concorrência e ainda com preço 11 vezes maior que o lance mínimo pedido no edital lançado em maio. Os relógios estão desativados desde 2015, portanto, há quatro anos.
Os relógios de rua de Porto Alegre estão próximos de voltar a funcionar e ainda sob o comando da maior empresa de mídia externa do mundo. O consórcio Brasil Outdoor, que tem entre componentes a norte-americana Clear Channel, venceu a concorrência e ainda com preço 11 vezes maior que o lance mínimo pedido no edital lançado em maio. Os relógios estão desativados desde 2015, portanto, há quatro anos.
A abertura de envelopes foi na manhã desta sexta-feira (23) na prefeitura. Quatro propostas estavam no certame. A proposta que venceu chegou a R$ 81,7 milhões para instalar 168 relógios eletrônicos digitais de rua. O valor é duas vezes maior do que o segundo concorrente. Segundo a prefeitura, a Clear Channel explora o mobiliário urbano de Paris e os relógios digitais do Rio de Janeiro.
Notícias sobre temas das cidades são importantes para você?
O resultado sai no Diário Oficial de Porto Alegre (Dopa) na segunda-feira (26). O processo ainda não será concluído. Tem prazo de cinco dias para outros concorrentes apresentarem recurso. Depois disso, será marcada a data para habilitação do primeiro classificado. Vencidas essas etapas, a empresa terá até 45 dias para expor o protótipo dos relógios. A instalação dos equipamentos deve começar até o fim do ano, diz o município.
Os relógios vão informar hora, temperatura e radiação solar e terão painel de mensagens ao cidadão e câmeras de segurança, além de wi-fi gratuito. A localização seguirá os pontos da cidade que já têm licenciamento ambiental.
> Navegue pelo mapa para saber onde serão instalados os relógios de rua:
Comentários CORRIGIR TEXTO