Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 07 de julho de 2019.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

gente

07/07/2019 - 17h01min. Alterada em 07/07 às 17h29min

Ícone da Bossa Nova, João Gilberto viveu em Porto Alegre em 1955

Músico baiano viveu alguns meses na capital gaúcha antes de se consagrar com o ícone da Bossa Nova

Músico baiano viveu alguns meses na capital gaúcha antes de se consagrar com o ícone da Bossa Nova


MARCO HERMES/AFP/JC
Estadão Conteúdo
O corpo do cantor e compositor João Gilberto será velado nesta segunda-feira, de 9h às 14h, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. O velório será aberto ao público. Por enquanto, o corpo permanece no Instituto Médico Legal (IML) do Rio.
O corpo do cantor e compositor João Gilberto será velado nesta segunda-feira, de 9h às 14h, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. O velório será aberto ao público. Por enquanto, o corpo permanece no Instituto Médico Legal (IML) do Rio.
No início desta tarde, a filha do compositor, Bebel Gilberto, chegou ao Rio de Janeiro. Ela estava nos Estados Unidos.
A causa da morte ainda não foi divulgada. João Gilberto morreu por volta das 15h deste sábado, em seu apartamento, no bairro do Leblon, na zona sul da cidade. Ele estava com 88 anos.
O ícone da Bossa Nova viveu em Porto Alegre no ano de 1955, como mostrou o Jornal do Comércio em reportagem publicada no ano passado. Leia a íntegra em https://www.jornaldocomercio.com/_conteudo/cultura/2018/10/652757-os-caminhos-e-lugares-de-joao-gilberto-na-porto-alegre-de-1955.html
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia