Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 05 de julho de 2019.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Meio ambiente

Edição impressa de 05/07/2019. Alterada em 05/07 às 10h23min

Protesto defende audiência pública sobre mina de carvão

Comitê de Combate à Megamineração promoveu ato em frente à Fepam

Comitê de Combate à Megamineração promoveu ato em frente à Fepam


/MARCO QUINTANA/JC
Isabella Sander
Integrantes do Comitê de Combate à Megamineração no Rio Grande do Sul promoveram, nesta quinta-feira, um protesto em frente ao prédio da Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam), pedindo uma audiência pública em Porto Alegre para tratar da instalação da Mina Guaíba, em área entre Eldorado do Sul e Charqueadas, para mineração de carvão, areia e cascalho. O grupo, de cerca de 50 pessoas, defende que a proximidade entre a Capital e o empreendimento faz com que a cidade sofra, potencialmente, impactos com o projeto.
Integrantes do Comitê de Combate à Megamineração no Rio Grande do Sul promoveram, nesta quinta-feira, um protesto em frente ao prédio da Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam), pedindo uma audiência pública em Porto Alegre para tratar da instalação da Mina Guaíba, em área entre Eldorado do Sul e Charqueadas, para mineração de carvão, areia e cascalho. O grupo, de cerca de 50 pessoas, defende que a proximidade entre a Capital e o empreendimento faz com que a cidade sofra, potencialmente, impactos com o projeto.
Heverton Lacerda, um dos coordenadores do comitê e integrante da Associação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural (Agapan), entregou um ofício na Fepam solicitando a audiência. Esta quinta-feira era o último dia para que contestações fossem apresentadas à fundação, antes que ela deliberasse sobre a licença prévia. A Mina Guaíba é um projeto da Copelmi Mineração Ltda. A empresa alega atuar conforme a legislação, cumprindo todos os requisitos ambientais.
Notícias sobre meio ambiente são importantes para você?
Um site foi criado pela Rede Minha Porto Alegre (www.contaminando.minhaportoalegre.org.br) para que a população enviasse automaticamente e-mails pedindo uma audiência pública em Porto Alegre. A Fepam afirmou, em nota, que a realização da audiência está sendo avaliada e lembrou que outras duas já foram realizadas, uma em Eldorado do Sul e outra em Charqueadas. O órgão não tem prazo definido para emitir um parecer final.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia