Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 22 de março de 2019.
Dia Mundial da Água.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Saúde

Edição impressa de 25/03/2019. Alterada em 22/03 às 18h44min

Grendene e Nora Teixeira doam mais R$ 20 milhões para novo hospital em Porto Alegre

Valores entregues por casal de empresários cobrem um terço dos custos da obra, prevista para 2022

Valores entregues por casal de empresários cobrem um terço dos custos da obra, prevista para 2022


CLAITON DORNELLES /JC
Igor Natusch
O Hospital Nora Teixeira, nova unidade da Santa casa de Misericórdia de Porto Alegre, ganhou mais um empurrão importante para melhorar a oferta de atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS) na Capital. Durante a cerimônia de lançamento da pedra fundamental do empreendimento, nesta sexta-feira (22), o casal Alexandre Grendene e Nora Teixeira, responsável pela doação inicial de R$ 40 milhões, anunciou a entrega de mais R$ 20 milhões para o novo hospital. Os valores são decisivos para disparar a construção do complexo, que oferecerá 198 leitos para internação pelo SUS. A previsão é que os trabalhos estejam concluídos até abril de 2022.
O novo hospital se somará aos sete já existentes na área da Santa Casa, além das unidades de Gravataí (Hospital Dom João Becker) e Santo Antônio da Patrulha. A construção será erguida ao lado do Hospital Santa Clara, entre as avenidas Oswaldo Aranha e João Pessoa, e terá um total de 13 pavimentos. Do total de leitos oferecidos, 27 serão de UTI, e a nova unidade contará também com centro de diagnóstico por imagem, além uma sala de observação com 28 leitos fixos, em boxes individuais. Os valores doados somam mais de um terço do total necessário para a conclusão do hospital, que está orçado em R$ 177 milhões.
A conclusão do Hospital Nora Teixeira permitirá ao grupo hospitalar quadruplicar a área de atendimento de emergência pelo SUS, passando a ocupar 2.325 m² de área. “Essa obra nos trará muito mais qualidade e segurança na execução do processo assistencial”, afirma o diretor geral da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, Julio Matos. Ele explica que o projeto vinha sendo desenhado há alguns anos, levando em contas dificuldades no atendimento de urgência e emergência, com instalações pequenas para a demanda já existente e inadequadas para obras de expansão.
Como as verbas governamentais não dão conta do aumento de pacientes nos últimos anos, a instituição vem acumulando um déficit no atendimento SUS, que chegou a R$ 164 milhões no ano passado – e que, segundo Matos, impedia que a Santa Casa oferecesse vagas para o restante do sistema suplementar. “Esse impulso nos faz tirar do papel uma ideia e transformar em uma realidade”, comemora. O nome do hospital, diz, foi uma decisão unânime da Irmandade da Santa Casa, em reconhecimento à importância decisiva da doação.
Envolvida há muito tempo com ações assistenciais ligadas à Santa Casa, Nora Teixeira diz que se sentia sensibilizada pelas dificuldades de atendimento na emergência SUS do complexo – o que, somado à confiança na seriedade e na capacidade de cumprimento de prazos da instituição, levou o casal de empresários a fazer a doação. “A gente quer muito que esse hospital dê certo, e queremos ajudar a arrecadar mais. Confiamos que a comunidade vai se mobilizar, porque vai entender a importância deste espaço”, acentua ela.
Durante a cerimônia, o vice-prefeito de Porto Alegre, Gustavo Paim, acompanhado de secretários, entregou à direção da Santa Casa a licença de instalação necessária para começar as obras. Assim, o canteiro de obras “pode ser aberto hoje mesmo”, como brincou o provedor da Santa Casa, Alfredo Guilherme Englert. Além disso, Nora Teixeira recebeu da prefeitura a Medalha Cidade de Porto Alegre, em uma antecipação da cerimônia que será celebrada oficialmente no próximo dia 28.
Também presente ao ato, o governador Eduardo Leite fez uma fala agradecendo ao “ato inspirador” do casal de doadores. “São pessoas que já contribuíram muito, gerando desenvolvimento para o Estado, e, agora, fazem mais este gesto generoso para toda a sociedade gaúcha”, celebrou. Além do descerramento da placa comemorativa ao início das obras, foi depositada no solo uma cápsula do tempo, com materiais históricos sobre a obra e o local onde ela será realizada.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia