Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 14 de março de 2019.
Dia Nacional da Poesia. Dia do Vendedor de Livros.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Violência

14/03/2019 - 17h33min. Alterada em 14/03 às 17h36min

Duas vítimas do atentado na escola em Suzano já receberam alta

três pessoas continuam na Unidade de Terapia Intensiva (UTI)

três pessoas continuam na Unidade de Terapia Intensiva (UTI)


NELSON ALMEIDA /AFP/JC
Agência Brasil
Duas vítimas do atentado na Escola Estadual Raul Brasil, no município de Suzano, tiveram alta hoje (14). Um dos feridos teve alta do Hospital Geral de Itaquaquecetuba e outro do Pronto-Socorro em Suzano. Dez pessoas foram mortas e onze ficaram feridas na ocasião.
No total, três pessoas continuam na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), sendo duas delas no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HC-USP), na capital paulista, e uma no Hospital das Clínicas Luzia de Pinho Melo, em Mogi das Cruzes. No entanto, elas estão estáveis, segundo a Secretaria de Saúde do estado.
Outros dois pacientes estão no HC-USP, também estáveis, um no pronto-socorro e outro na enfermaria. No HC Luzia de Pinho Melo, um rapaz com o tornozelo quebrado ainda passará por cirurgia, mas segue estável.
No hospital particular Santa Maria, estão internadas duas das vítimas, estáveis e em evolução positiva, segundo o hospital.
O paciente que permanece internado na Santa Casa de Suzano passou por uma cirurgia na manhã de hoje, que correu bem, segundo a prefeitura do município. Ele está em observação, esperando passar o efeito da anestesia para ser levado ao quarto.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia