Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 16 de fevereiro de 2019.
Dia do Repórter.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

rio de janeiro

Alterada em 16/02 às 14h35min

Último hospitalizado de incêndio no Ninho mostra melhora e se alimenta pela boca

Estadão Conteúdo
O jogador Jhonata Cruz Ventura, sobrevivente do incêndio no Ninho do Urubu, no Rio, no último dia 8, está "acordado e atendendo a comandos simples ao exame clínico", de acordo com o boletim do Hospital Municipal Pedro II divulgado neste sábado. O jovem de 15 anos teve as lesões na face cicatrizadas e iniciou dieta oral.
Apesar de apresentar melhora, o jovem de 15 anos ainda respira com ajuda de máscara de oxigênio e recebe medicação de antibióticos para tratar as queimaduras que atingiram cerca de 30% do corpo dele.
Jhonata foi internado com a situação mais grave entre os feridos no incidente no Centro de Treinamento do Flamengo, que também servia de alojamento para meninos das categorias de base. Francisco Dyogo e Cauan Emanuel já receberam alta hospitalar.
Ao todo, dez jovens atletas morreram no incêndio. Além dos três feridos, outros 13 jogadores que dormiam no contêiner que pegou fogo conseguiram escapar das chamas.
Nesta quinta-feira, Flamengo e torcedores que foram ao Maracanã assistir à vitória do Fluminense por 1 a 0 no Fla-Flu, pela semifinal da Taça Guanabara, organizaram homenagens aos dez mortos no Ninho do Urubu.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia