Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018.
Dia Internacional dos Direitos Humanos.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

direitos humanos

Edição impressa de 10/12/2018. Alterada em 10/12 às 01h00min

Comitê alerta para aumento de feminicídios e estupros

O Comitê Gaúcho ElesPorElas, organizado em parceria com a Organização das Nações Unidas (ONU) Mulheres, lançou um balanço alertando para o alto número de mulheres assassinadas (feminicídios) e de estupros ocorridos nos últimos quatro anos. Segundo levantamento com base em dados da Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP), a entidade apontou feminicídio de 356 mulheres e estupro de 6.149 nos últimos quatro anos.
A média foi de uma mulher morta a cada quatro dias por um parceiro ou ex-parceiro e quatro mulheres estupradas por dia no período. O número de agressões com lesão nesses quatro anos foi de 87.480, média de 59 mulheres agredidas por dia.
O balanço foi realizado em alusão ao Dia Internacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres, celebrado no dia 6 de dezembro. No último sábado, também para marcar a data, o comitê realizou um evento na orla do Guaíba com caminhada, distribuição de materiais informativos, shows e passeio de catamarã.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia