Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 04 de outubro de 2018.
Dia do Barman e dia Mundial dos Animais.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Clima

Edição impressa de 04/10/2018. Alterada em 03/10 às 22h19min

Chuvas fortes e granizo atingem 21 cidades gaúchas

Crissiumal tem a pior situação com 40 desabrigados

Crissiumal tem a pior situação com 40 desabrigados


MARCOS BENITES/RÁDIO ALTO URUGUAI/DIVULGAÇÃO/JC

Várias cidades gaúchas seguem enfrentando as consequências severas das fortes chuvas, dos vendavais e da queda de granizo dos últimos dias. O mais recente boletim da Defesa Civil dá conta de 21 municípios atingidos, somando 2.768 residências com danos, além de 17 outras edificações. No momento, há 24 pessoas desalojadas e 40 desabrigadas. A situação mais grave foi verificada em Crissiumal, que registrou queda de granizo na madrugada de ontem.

Segundo o chefe de gabinete da prefeitura, Adelar Hartmann, "o cenário é de caos, a cidade foi devastada e não sobrou nada". A prefeitura fala em cerca de 3 mil casas danificadas pelo granizo - que, pelo relato de moradores, tinha pedras de gelo do tamanho de laranjas. Edifícios como o lar de idosos, creches, unidades de saúde e o hospital da cidade foram atingidos, causando um total de 16 feridos. As escolas estão fechadas, e o município decretou situação de emergência. Prefeituras de cidades vizinhas estão enviando lonas e telhas para ajudar na reconstrução inicial. 

Danos severos também foram verificados em Vacaria, onde 94 casas sofreram danos. Em Capão do Leão, 40 residências e uma escola seguem destelhadas, além da ocorrência da queda de árvores e postes da rede elétrica. Cidades como Alecrim, Novo Machado, Pelotas, Porto Mauá, Santa Cruz do Sul e Três Passos também tiveram construções atingidas. Além de Crissiumal, há registro de pessoas desalojadas nos municípios de Pedro Osório e Piratini.

A previsão para hoje, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, é de que as chuvas deem uma trégua, com céu parcialmente nublado no Estado. A ocorrência de rajadas de vento, porém, não está descartada. As temperaturas devem oscilar entre 6 e 25 graus no território gaúcho, ficando entre 11 e 21 graus em Porto Alegre.

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia