Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 12 de julho de 2018.
Dia do Engenheiro Florestal.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

santa maria

Notícia da edição impressa de 12/07/2018. Alterada em 12/07 às 01h00min

Processo contra pais de vítimas da Kiss é encerrado

O juiz Leandro Augusto Sassi rejeitou a denúncia e deu por encerrado por falta de justa causa o processo de calúnia em que eram acusados Sérgio da Silva e Flávio José da Silva, ambos pais de vítimas do incêndio na boate Kiss, em Santa Maria, ocorrido em janeiro de 2013. A tragédia deixou 242 mortos e 636 feridos.

O promotor de Justiça Ricardo Lozza acionou na Justiça os réus, os quais acusava de terem ofendido a sua honra ao colarem cartazes nas ruas de Santa Maria com sua foto, o apontando como um dos culpados pela tragédia. "O ofendido manifestou seu desinteresse no não prosseguimento do feito, tendo o órgão acusador seguido na mesma linha", citou o juiz, verificando "a ausência de justa causa para o prosseguimento da ação penal".

Ainda segundo o magistrado da 4ª Vara Criminal da comarca santa-mariense, a interrupção da ação atende à observância dos princípios de intervenção mínima, proporcionalidade, lesividade e economia.

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia