Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 29 de junho de 2018.
Dia da Telefonista.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

segurança pública

14/06/2018 - 10h32min. Alterada em 14/06 às 10h34min

Chefe do gabinete da intervenção do Rio de Janeiro deixa o cargo

O chefe do Gabinete da Intervenção Federal no Rio (GIF), general Mauro Sinott Lopes, deixou o cargo. A informação foi confirmada na manhã desta quinta-feira (14) pela comunicação do Comando Militar do Leste (CML). Sinott era o braço direito do interventor na segurança do Rio, o general Walter Souza Braga Netto.
De acordo com o CML, a saída de Sinott já estava prevista, pois ele havia sido nomeado para comandar a 3ª Divisão do Exército, em Santa Maria, no Rio Grande do Sul. Segundo o órgão, o general foi substituído no cargo de Comandante da 1ª Divisão do Exército, em 20 de março de 2018, e deveria ter seguido para Santa Maria para assumir a função.
"Entretanto, em função da experiência e engajamento nas atividades iniciais da Intervenção Federal, permaneceu no GIF até junho, com o encargo de completar o planejamento estratégico e conduzir as ações emergenciais e estruturantes em andamento", afirmou, por nota, o Gabinete de Intervenção.
O porta-voz do CML, coronel Roberto Itamar, disse que "não há nenhuma novidade na saída". "Não há nenhuma outra razão sobre a saída dele exceto para assumir esse cargo", afirmou. Durante a Olimpíada de 2016, Sinott comandou o Comando Conjunto de Prevenção e Combate ao Terrorismo e tem passagens pelas áreas de Cavalaria, Blindados e Inteligência do Exército. Também trabalhou nas Embaixadas Brasileiras em Portugal e na Colômbia.
O substituto de Sinott será o general Paulo Roberto de Oliveira, atual Chefe do Estado-Maior do Comando Militar do Leste. Natural de Curitiba, no Paraná, ele já comandou a 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada, em Cascavel, e foi chefe do Estado-Maior do Oeste.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia