Dinamize - Linkedin Foto: Helloquence/Unsplash/Divulgação/JC

10 ações de marketing de conteúdo no LinkedIn

Em um estudo realizado pela Business Insider Intelligence, o LinkedIn foi apontado como a mídia social mais confiável, superando mídias como Instagram, Facebook, Snapchat e YouTube. O LinkedIn também se destaca pelo alto número de usuários conectados. São 590 milhões de pessoas e 30 milhões de páginas na rede social lançada em 2003. Se o número de usuários é tão grande, nada melhor do que saber como produzir conteúdo de forma a engajar cada vez mais pessoas com seus perfis, não acha?
Veja 10 dicas que podem melhorar a sua estratégia de conteúdo no LinkedIn.
1) Conteúdo em vídeo
São pequenas as chances de você ler algum texto sobre produção de conteúdo que não fale sobre incluir conteúdo em vídeo na sua estratégia. Esse é o tipo de mídia que mais engaja os usuários quando comparada com conteúdos compostos apenas por texto ou imagem. Quem diz isso é o próprio LinkedIn.
Você pode inserir vídeos produzidos anteriormente em seu perfil, além de poder realizar transmissões ao vivo. Se quiser saber mais sobre como trabalhar com conteúdo em vídeo nas redes sociais, escrevemos um texto aqui no GE sobre o assunto.
2) Perfil com informações úteis para os visitantes
Dica que vale tanto para os que trabalham com perfis pessoais quanto para quem gerencia perfis de empresa. Em ambos os casos, ter informações detalhadas sobre o perfil pode fazer com que ele seja encontrado por mais pessoas. Quanto mais especificado for o seu perfil, mais chances de atrair pessoas que realmente interessadas pelo que você tem a oferecer.
3) Acompanhar os principais assuntos discutidos
O público do LinkedIn também tem os seus assuntos preferidos, e saber quais são é um passo importante para entender como engajar mais com o seu conteúdo. Entender o que está sendo discutido, de forma geral, é importante. Agora, imagine conhecer as preferências do seu próprio público. Isso pode ajudar não apenas a produzir conteúdo de acordo com o que interessa o seu público como também atrair mais pessoas.
4) Apresente dados que destacam a relevância do serviço prestado pela sua marca
Os dados podem ser de estudos feitos pela própria empresa (em caso de dados extraídos de pesquisas de satisfação, por exemplo), ou então de alguma pesquisa realizada por outra empresa. O importante é trazer números que comprovem a relevância de sua marca.
Dica do LinkedIn: inserir estatísticas em imagens pode ajudar na compreensão do conteúdo. Destaque os números mais relevantes na imagem e, se for o caso, insira um link para a pesquisa completa.
5) Geração de leads
O recurso, conhecido como Lead Gen Forms, permite a criação de campanhas pagas (nem tudo é perfeito) para atrair mais contatos para os negócios. Os dados obtidos através desse tipo de campanha são os mesmos que o usuário inseriu, anteriormente, no LinkedIn. Ou seja, as chances de um usuário preencher o formulário com informações de caráter duvidoso são menores.
6) Produção de artigos diretamente no linkedin
Utilizando os perfis pessoais do LinkedIn, você pode produzir artigos para compartilhar entre os seus seguidores e também para pessoas que busquem por temas relacionados. Os artigos podem ser produzidos de forma simples e com bons recursos além do texto, como imagens, vídeos e links externos.
7) Divulgação de conteúdo do site
O LinkedIn também permite o compartilhamento de conteúdo de outros canais, então não perca a chance de compartilhar seus blog posts, eventos e tudo mais que promover. Para quem conta com perfis de empresa, também é possível inserir um endereço específico na página inicial. Assim, quando alguém acessá-la também terá a opção de visitar esse endereço.
8) Pode compartilhar conteúdo de outras empresas?
De acordo com o LinkedIn, pode. A rede social pensa, também, em quem não conta com uma equipe para produzir diversos posts por dia. Por isso, se alguém publicar algum conteúdo com credibilidade e que esteja dentro do que você deseja compartilhar, não perca a chance. Priorizar a produção e compartilhamento de conteúdo próprio é importante, mas, quando isso não for possível, aí está uma alternativa.
9) Estruture um calendário de publicações
Um calendário de postagens no LinkedIn pode ser bem útil para otimizar sua estratégia. Existem várias ferramentas que auxiliam no gerenciamento e publicação de conteúdo nas mídias sociais de forma agendada. Vale pesquisar para saber se vale ou não a pena contar com uma delas. Esses agendamentos podem ajudar quando você quiser publicar novidades do seu blog, conteúdos sobre datas comemorativas e outras informações.
10) Grupos do LinkedIn
Eles podem ser utilizados para reunir pessoas que estejam interessadas em um mesmo assunto. Os grupos podem ser úteis tanto para os usuários, que querem se informar sobre determinados assuntos de forma recorrente a para as marcas, que podem usar dessa demanda para criar uma comunidade engajada e compartilhar conteúdo relevante com essas pessoas.
Se quiser saber mais sobre os grupos, assista esse vídeo feito pelo próprio LinkedIn.
Você já produz conteúdo no LinkedIn? Já utilizou alguma dessas ações? Compartilhe com a gente nos comentários qual a sua experiência nessa rede social!
Para mais dicas sobre estratégias nas redes sociais, clique aqui.
Semanalmente, o pessoal da Dinamize compartilha dicas de marketing digital aqui no GeraçãoE.
Compartilhe
Seja o primeiro a comentar

Publicidade
Mostre seu Negócio