Na Academia Supera, o material do aluno oferece diversos recursos para ginástica cerebral Na Academia Supera, o material do aluno oferece diversos recursos para ginástica cerebral Foto: /LUIZA PRADO/JC

Rede aposta em ginástica para o cérebro

A franquia Supera utiliza métodos alternativos para o aumento das capacidades cognitivas para crianças, adultos e idosos

"O que mata a mente saudável é a rotina", diz Fernando Luís Alano, 60 anos, franqueado da Escola Supera, de Ginástica Cerebral, no bairro Floresta, em Porto Alegre. Trata-se de uma empresa voltada 100% para o desenvolvimento das capacidades encefálicas, com mais de 300 unidades no Brasil.
O curso baseia-se em uma metodologia que alia a neurociência com a educação. Alano, junto com a esposa, a jornalista Luciana Kraemer, percebeu que, além de uma boa possibilidade de empreendimento, o método levaria mais qualidade de vida para quem o praticasse. Por isso, bateram o martelo: "é o que vamos fazer daqui em diante".
Quando conheceu mais a fundo a Supera, o casal se preocupou em conversar com alunos de outras franquias, não com outros franqueados. Resultado: reforçaram a certeza de que o investimento era o futuro da família. "Nos chamou a atenção por não ser algo conteudista e ainda assim ser educação, que é nossa paixão", salienta Alano.
A ginástica consiste em solucionar as pequenas atividades do dia a dia de uma forma diferente. Exercícios de memória, criatividade, fixação, entre outros, são colocados em prática durante duas horas, uma vez por semana. Métodos asiáticos, como o Tangram (um quebra-cabeças geométrico chinês formado por sete peças) e o Soroban (o ábaco japonês), são aplicados.
De forma geral, em torno de 40% do público é constituído por pessoas acima de 60 anos, que a partir das ferramentas disponibilizadas buscam fugir da rotina e de doenças como o Alzheimer; 30% são crianças que buscam maior foco nos estudos e habilidade social; e o restante se divide na faixa entre os 18 e 59 anos.
Alano, formado em Engenharia Mecânica, conta que já passou por muitos setores em sua carreira. Mestre em Administração de Empresas, estava se dedicando ao setor calçadista antes de investir na franquia. "A cabeça precisa de novidade, variedade e grau de desafio crescente. Me oferecer isso é a minha própria ginástica cerebral", diverte-se
A franquia fica na avenida Cristóvão Colombo, no bairro Floresta, e foi inaugurada em março. Há outras três em Porto Alegre: nos bairros Petrópolis, Menino Deus e Cristal. No Rio Grande do Sul, são 19 unidades em funcionamento e seis em processo de implantação.
Compartilhe
Seja o primeiro a comentar

Publicidade
Mostre seu Negócio