Porto Alegre, domingo, 08 de maio de 2022.
Dia do Profissional de Marketing. Dia das Mães.
Porto Alegre,
domingo, 08 de maio de 2022.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Série B

- Publicada em 08/05/2022 às 18h22min.

Grêmio perde para o Cruzeiro no clássico dos grandes na B

Grêmio só volta a campo na próxima segunda, contra o Ituano

Grêmio só volta a campo na próxima segunda, contra o Ituano


LUCAS UEBEL/GRÊMIO/FBPA/JC
Deivison Ávila
No duelo dos Reis de Copas, que se enfrentaram pela primeira vez na segunda divisão nacional, melhor para o Cruzeiro. Neste domingo, na Arena Independência, o Grêmio não fez uma boa partida e acabou derrotado por 1 a 0, depois de um gol contra marcado pelo lateral-direito Rodrigo Ferreira. O resultado põe fim a sequência de três vitorias seguidas, mas não tira o Tricolor do G-4 da Série B, agora, caindo para a quarta posição, com 10 pontos. O time volta a campo apenas na próxima segunda-feira, diante do Ituano, no interior paulista.
No duelo dos Reis de Copas, que se enfrentaram pela primeira vez na segunda divisão nacional, melhor para o Cruzeiro. Neste domingo, na Arena Independência, o Grêmio não fez uma boa partida e acabou derrotado por 1 a 0, depois de um gol contra marcado pelo lateral-direito Rodrigo Ferreira. O resultado põe fim a sequência de três vitorias seguidas, mas não tira o Tricolor do G-4 da Série B, agora, caindo para a quarta posição, com 10 pontos. O time volta a campo apenas na próxima segunda-feira, diante do Ituano, no interior paulista.
A primeira etapa foi bastante movimentada. Apoiado pela fanática torcida, a Raposa foi melhor no primeiro tempo. Os comandados do uruguaio Paulo Pezzolano dominaram as ações e pressionaram o tempo todo. Já o Tricolor não ameaçou o gol mineiro nos 45 minutos iniciais. Muito disso se deu pelo esquema adotado pela Raposa com três zagueiros.
Mesmo com mais posse de bola e ocupando o campo de ataque, o Cruzeiro também não forçou Brenno a muitas defesas. Prova disso que o gol dos donos da casa foi contra. Aos 26 minutos, Bidu cruzou rasteiro da esquerda e Rodrigo Ferreira, ao tenta fazer o corte, mandou contra o próprio gol.
O técnico Roger Machado sacou Lucas Silva e colocou Gabriel Silva no intervalo. O comportamento gremista mudou e o time passou a ser mais agressivo. Com ímpeto maior, aos 16, Elias recebeu na entrada da área, enquadrou o corpo e bateu chapado e a bola passou raspando a trave esquerda de Rafael Cabral.
O esgotamento físico do Cruzeiro foi nítido na etapa final, enquanto que o Grêmio cresceu. Entretanto, o tempo começou a passar e os mineiros a controlar a vantagem. Nos minutos finais, o tricolor quase chegou ao empate em dois lances. Aos 45, Ricardinho perdeu uma boa chance, chutando para fora dentro da área. E, no minuto seguinte, Gabriel Silva chutou em cima de Elkeson, na sobra, Campaz dominou e chutou para defesa segura de Rafael Cabral, garantido a vitória mineira em casa.
Cruzeiro 1 Rafael Cabral; Zé Ivaldo (Wagner Leonardo), Oliveira, Eduardo Bock; Geovane (Rômulo), Willian Oliveira, Neto Moura, Matheus Bidu (Rafael Santos); Luvannor (Miticov), Jajá e Edu (Waguininho). Técnico: Paulo Pezzolano.
Grêmio 0 Brenno; Rodrigo Ferreira, Geromel, Bruno Alves e Diogo Barbosa; Villasanti, Lucas Silva (Gabriel Silva) e Bitello (Campaz); Elias (Janderson), Biel (Ricardinho) e Diego Souza (Elkeson). Técnico: Roger Machado.
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (Fifa)
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO