Porto Alegre, sexta-feira, 06 de maio de 2022.
Dia do Cartógrafo.
Porto Alegre,
sexta-feira, 06 de maio de 2022.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Fórmula 1

- Publicada em 06/05/2022 às 18h10min.

Leclerc lidera treino livre cheio de erros na primeira vez da F1 em Miami

Charles Leclerc levou a Ferrari ao primeiro lugar na estreia do Autódromo Internacional de Miami

Charles Leclerc levou a Ferrari ao primeiro lugar na estreia do Autódromo Internacional de Miami


BRENDAM SMIALOWSKI/AFP/JC
A Fórmula 1 teve seu primeiro contato com o Autódromo Internacional de Miami na tarde desta sexta-feira (6), no primeiro treino livre do GP de Miami. A sessão teve dezenas de erros dos pilotos na nova pista, mas por sorte nenhuma batida forte, e no final Charles Leclerc (Ferrari) cravou a melhor volta com tempo de 1:31.098.
A Fórmula 1 teve seu primeiro contato com o Autódromo Internacional de Miami na tarde desta sexta-feira (6), no primeiro treino livre do GP de Miami. A sessão teve dezenas de erros dos pilotos na nova pista, mas por sorte nenhuma batida forte, e no final Charles Leclerc (Ferrari) cravou a melhor volta com tempo de 1:31.098.
George Russell da Mercedes, fez o segundo melhor tempo, com 1min31s169, e Max Verstappen (Red Bull) apareceu em terceiro com 1min31s277. Em seguida estiveram Sergio Perez (Red Bull) e Pierre Gasly (AlphaTauri), o quinto -todos eles com pneus macios. Os pilotos voltam à pista nesta sexta-feira, às 18h30min (de Brasília), para o segundo treino livre. A classificação será às 17h de do sábado (7), e a corrida começa às 16h30min de domingo (8).
Carlos Sainz, da Ferrari, fez o sexto tempo, mas usando pneus médios porque minutos antes havia rodado com os macios e tido um furo no dianteiro direito -pelo menos deu a sorte de não bater. A única batida da sessão foi de Valtteri Bottas, da Alfa Romeo, que perdeu a traseira na curva 7 e foi no muro.
O treino livre foi bem diferente de qualquer outro GP do calendário deste ano. Todas as pistas da F1 com frequência passam por reformas - curvas que mudam, trechos que são alargados -, então muitas vezes os pilotos reencontram circuitos um pouco diferentes do que os viram pela última vez. É normal. Em um circuito novo como o de Miami, no entanto, nenhum dos pilotos jamais havia feito nenhuma daquelas curvas -só por simulador. A novidade explica a ordem inesperada dos melhores tempos, assim como a quantidade de erros, que agora tendem a cair.
Os próprios criadores da nova pista chamam as curvas 14 e 15 de "criadoras de erros", pensadas para aproximar os carros antes da entrada da reta oposta e são o ponto mais exigente tecnicamente para os pilotos. De fato, esta primeira sessão teve um show de erros ali. As curvas são bem fechadas em uma subida, com forte desaceleração, e até mesmo tendo o melhor tempo Leclerc sofreu para vencer a zebra ali.
O circuito passou por obras de emergência durante a noite desta quinta-feira (5) por causa de rachaduras que abriram o asfalto em uma das curvas. A pista foi emendada de última hora, mas de qualquer forma os pilotos têm relatado que o asfalto está esfarelando.
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO