Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Esportes

- Publicada em 02 de Maio de 2022 às 08:44

Inter para na trave e empata com Avaí em estreia de Mano no Beira-Rio

Uruguaio De Pena teve atuação discreta contra o Avaí

Uruguaio De Pena teve atuação discreta contra o Avaí


RICARDO DUARTE/DIVULGAÇÃO/INTER/JC
Inter e Avaí empataram sem gols, neste domingo (1º), no estádio Beira-Rio. O jogo da quarta rodada do Campeonato Brasileiro foi marcado pelo roteiro de muitas tentativas e pouca precisão. Os números explicam: os times, somados, chutaram quase 30 vezes e apenas quatro finalizações foram no alvo. O placar de 0 a 0 encerra a série de vitórias da equipe colorada desde a chegada de Mano Menezes. A partida em Porto Alegre também marcou a volta de Jean Pyerre ao futebol depois de retirar tumor no testículo.
Inter e Avaí empataram sem gols, neste domingo (1º), no estádio Beira-Rio. O jogo da quarta rodada do Campeonato Brasileiro foi marcado pelo roteiro de muitas tentativas e pouca precisão. Os números explicam: os times, somados, chutaram quase 30 vezes e apenas quatro finalizações foram no alvo. O placar de 0 a 0 encerra a série de vitórias da equipe colorada desde a chegada de Mano Menezes. A partida em Porto Alegre também marcou a volta de Jean Pyerre ao futebol depois de retirar tumor no testículo.
A pontaria do Inter esteve um pouco melhor, mas ainda assim parou no meio do caminho. Mauricio, na etapa inicial, e Edenilson, no segundo tempo, acertaram a trave.
A partida deste domingo marcou a volta de Wilton Pereira Sampaio ao estádio Beira-Rio depois de mais de um ano. O reencontro do árbitro com o estádio incomodou a torcida colorada, que vaiou o trio de arbitragem duas horas antes de a bola rolar. O clima tem a ver com o empate por 0 a 0 entre Inter e Corinthians, na última rodada do Campeonato Brasileiro de 2020, finalizado em fevereiro de 2021. Naquela partida, o time gaúcho reclamou pênalti em lance de toque de mão de Ramiro.
Preservado por desgaste físico no jogo da Copa Sul-Americana, contra o Independiente Medellín, Rodrigo Moledo ficou pouco mais de 10 minutos em campo. Após ataque sem perigo do Avaí, o zagueiro sentiu dores musculares e foi sacado para entrada de Gabriel Mercado.
O primeiro tempo registrou um número bem atípico: 14 escanteios em favor do Inter. O time gaúcho tem cinco escanteios por jogo, em média, no Campeonato Brasileiro de 2022. A estatística fala muito sobre a pontaria colorada e atuação do time catarinense em Porto Alegre.
A atuação colorada teve repertório para atacar. Pela direita, esquerda. Com avanço a partir do centro. Mas tudo isso não terminou em gol. Com ritmo intenso no início do jogo e perto do intervalo, o Inter dominou o Avaí e circulou próximo da área. Mauricio acertou a trave, mas de resto o time de Mano Menezes pecou na hora de concluir.
A falta de pontaria do Inter deu fôlego ao Avaí, encaixotado nos primeiros dez minutos. Ainda no primeiro tempo, o time de Eduardo Barroca passou a investir em bola longa. Copete foi autor da única conclusão da equipe no primeiro tempo, mas de longe e sem real perigo.
No segundo tempo o Colorado foi mais à frente. Empilhou chances pelos lados, com chutes de diferentes lugares, mas não conseguiu ser contundente do mesmo jeito. Com a missão de vencer, o time da casa deu espaço e o Avaí aproveitou. O time visitante teve pelo menos duas boas oportunidades, mas pecou na hora de concluir.
O Inter volta a campo contra o Guaireña-PAR, pela Copa Sul-Americana, na quinta-feira (5). Na próxima rodada do Brasileiro, o time gaúcho joga contra o Juventude, em Caxias do Sul, e o Avaí recebe o Coritiba.
FICHA TÉCNICA
Inter 0
Daniel; Bustos, Bruno Méndez, Rodrigo Moledo (Gabriel Mercado) e Renê; Gabriel, Edenilson, Mauricio (Taison), Carlos de Pena (David) e Wanderson (Estêvão); Alemão (Pedro Henrique). Técnico: Mano Menezes
Avaí 0
Douglas; Kevin, Bressan, Arthur Chaves e Cortez; Bruno Silva (Jean Pyerre), Raniele (Jean Cléber), Eduardo Biasi; Copete (Romulo), Bissoli (William Pottker) e Marcinho (Dentinho). Técnico: Eduardo Barroca
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Conteúdo Publicitário
Leia também
Comentários CORRIGIR TEXTO