Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Esportes

- Publicada em 27 de Abril de 2022 às 21:07

Grêmio vence o Operário-PR e entra no G-4 pela primeira vez

Após revisado pelo VAR, o gol de Elias Manoel foi confirmado, garantindo a vitória gremista

Após revisado pelo VAR, o gol de Elias Manoel foi confirmado, garantindo a vitória gremista


LUCAS UEBEL/GRÊMIO FBPA/JC
Deivison Ávila
A atuação foi longe de ser boa, mas o Grêmio jogou o suficiente para vencer o limitado time do Operário, em Ponta Grossa, na noite desta terça-feira (27). A vitória por 1 a 0, pela 4ª rodada, colocou a equipe de Roger Machado pela primeira vez no G-4 da Série B. O Tricolor volta a campo no próximo sábado, quando recebe o CRB, na Arena.
A atuação foi longe de ser boa, mas o Grêmio jogou o suficiente para vencer o limitado time do Operário, em Ponta Grossa, na noite desta terça-feira (27). A vitória por 1 a 0, pela 4ª rodada, colocou a equipe de Roger Machado pela primeira vez no G-4 da Série B. O Tricolor volta a campo no próximo sábado, quando recebe o CRB, na Arena.
As melhores chances no primeiro tempo no estádio Germano Krüger foram dos gaúchos, mas o Tricolor não abriu o placar porque parou no goleiro Vanderlei, que passou pelo clube entre 2020 e 2021. Aos dez minutos, a defesa do Operário afastou a bola da área e Campaz, pegou a sobra, e chutou forte. O goleiro do Fantasma voou para fazer grande defesa.
A segunda chance gremista saiu aos 28: após cruzamento da esquerda, Diego Souza tocou de peito para o meio até Rodrigo. O lateral-direito chegou chutando para mais uma boa defesa de Vanderlei, dessa vez com os pés. O time paranaense até ensaiou algum tipo de pressão, mas não conseguiu transformar em chegadas efetivas ao gol de Brenno.
O Grêmio voltou com outro comportamento para o segundo tempo, além de sacar Campaz para a entrada de Elias Manoel. E, logo no primeiro minuto, o árbitro marcou pênalti em cima de Diego Souza, após boa jogada de Biel pela esquerda. Só que o VAR chamou o juiz que reviu o lance, sem o contato de Vanderlei no atacante gremista, e cancelou a marcação.
Mas aos sete minutos, o VAR agiu em prol do Tricolor. Biel, mais uma vez pela esquerda, cruzou na medida para Elias Manoel chegar batendo e estufar as redes do Operário. O assistente anulou o lance, mas o árbitro de vídeo confirmou o único gol da partida.
Em vantagem no placar, a torcida paranaense se calou nas arquibancadas e o Grêmio passou a controlar o jogo. Os donos da casa até levaram perigo aos 13: Marcelo recebeu de primeira e chutou forte, mas a bola passou pertinho da trave, assustando Brenno.
O Grêmio teve outras chances de ampliar, mas faltou capricho na finalização. Alguns erros em tomadas de decisão de jogadores pontuais comprometeram o desempenho da equipe de Roger Machado, que não sofreu, mas deixou a desejar.
Operário-PR 0 Vanderlei; Arnaldo, Thales, Reniê e Fabiano; André Lima, Ricardinho (Marcelo), Fernando Neto (Felipe Garcia), Reina (Giovanni Pavani) e Thomaz (Saraiva); Paulo Sérgio (Júnior Brandão). Técnico: Claudinei Oliveira.
Grêmio 1 Brenno; Rodrigo, Geromel, Bruno Alves e Nicolas; Villasanti, Bitello (Benítez) e Lucas Silva (Matheus Sarará); Campaz, Biel (Janderson) e Diego Souza (Ricardinho). Técnico: Roger Machado.
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP).
Conteúdo Publicitário
Leia também
Comentários CORRIGIR TEXTO