Porto Alegre, quinta-feira, 06 de janeiro de 2022.
Dia de Reis.
Porto Alegre,
quinta-feira, 06 de janeiro de 2022.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Futebol Europeu

- Publicada em 06/01/2022 às 14h26min.

Tuchel, Guardiola e Mancini disputam prêmio de melhor técnico da Fifa

Eleito o melhor técnico de 2021 pela Uefa, Tuchel é o favorito para levar também a premiação da Fifa

Eleito o melhor técnico de 2021 pela Uefa, Tuchel é o favorito para levar também a premiação da Fifa


ADRIAN DENNIS/AFP/JC
A Fifa anunciou nesta quinta-feira (6) a lista dos finalistas de melhor técnico masculino e feminino de 2021. Concorrem ao prêmio The Best Thomas Tuchel, do Chelsea, Pep Guardiola, do Manchester City, e Roberto Mancini, da seleção da Itália. O vencedor será conhecido em cerimônia marcada para o dia 17 deste mês, em Zurique, na Suíça.
A Fifa anunciou nesta quinta-feira (6) a lista dos finalistas de melhor técnico masculino e feminino de 2021. Concorrem ao prêmio The Best Thomas Tuchel, do Chelsea, Pep Guardiola, do Manchester City, e Roberto Mancini, da seleção da Itália. O vencedor será conhecido em cerimônia marcada para o dia 17 deste mês, em Zurique, na Suíça.
Curiosamente, Tuchel superou Guardiola na última final da Liga dos Campeões. Na ocasião, o Chelsea derrotou o City e ficou com o título. O treinador espanhol, contudo, tem a seu favor o título do Campeonato Inglês na última temporada - o rival de Londres foi apenas o quarto colocado na competição nacional.
O domínio europeu na lista de finalistas foi confirmado pela presença de Mancini, responsável por levar a Itália ao título da Eurocopa. Ficou fora da lista o técnico Lionel Scaloni, que comandou a Argentina na conquista da Copa América, no mesmo ano, em solo brasileiro.
Eleito o melhor técnico de 2021 pela Uefa, Tuchel é o favorito para levar também a premiação da Fifa. O atual vencedor do The Best é o alemão Jürgen Klopp, que não conseguiu repetir no último ano as conquistas obtidas pelo Liverpool nas temporadas anteriores.
No feminino, os finalistas são o espanhol Lluís Cortés, do Barcelona, a inglesa Emma Hayes, do Chelsea, e a holandesa Sarina Wiegman, que deixou o comando da seleção do seu país para comandar a Inglaterra logo após a Olimpíada de Tóquio, em agosto do ano passado. A lista não conta com a inglesa Beverly Priestman, que levou a seleção do Canadá à medalha de ouro em Tóquio.
Cortés é o principal candidato ao prêmio porque o time feminino do Barcelona foi o campeão da Liga dos Campeões da Europa. Na final, venceu justamente o Chelsea, de Emma Hayes.
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO