Porto Alegre, domingo, 28 de novembro de 2021.
Porto Alegre,
domingo, 28 de novembro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Campeonato Brasileiro

- Publicada em 28/11/2021 às 20h58min.

Inter só empata com o Santos e corre risco na briga pela Libertadores

Colorado saiu ganhando, mas fez segundo tempo ruim e teve dificuldades no Beira-Rio

Colorado saiu ganhando, mas fez segundo tempo ruim e teve dificuldades no Beira-Rio


RICARDO DUARTE/INTER/JC
Igor Natusch
Depois de três derrotas consecutivas, tudo que o Inter queria neste domingo (28) era reencontrar a vitória no Campeonato Brasileiro. Não dá para dizer, então, que a torcida tenha saído satisfeita do Beira-Rio, uma vez que a equipe comandada por Diego Aguirre apenas empatou com o Santos, em 1 a 1.
Depois de três derrotas consecutivas, tudo que o Inter queria neste domingo (28) era reencontrar a vitória no Campeonato Brasileiro. Não dá para dizer, então, que a torcida tenha saído satisfeita do Beira-Rio, uma vez que a equipe comandada por Diego Aguirre apenas empatou com o Santos, em 1 a 1.
Com o resultado, o Colorado chega aos 48 pontos, ficando em nono lugar - fora, neste momento, da zona de classificação para a Libertadores da América no ano que vem. Nos últimos seis jogos, a camisa vermelha somou apenas quatro pontos - aproveitamento, no período, superior apenas ao da já rebaixada Chapecoense.
Os donos da casa começaram melhor, marcando no abafa e criando problemas defensivos ao Santos. A recompensa colorada por pouco não veio aos 18mins, quando a defesa santista bobeou e João Paulo chutou em cima de Taison; a bola, porém, saiu de campo antes que ele pudesse concluir para o gol aberto. Aos 28, Moisés perdeu uma chance clara, chutando para fora na frente do goleiro.
O Santos, contudo, jogava com um meio-campo robustecido, e tentava não recuar demais diante das iniciativas do adversário. Com o passar dos minutos, o jogo ganhou ares de equilíbrio, embora as chances tenham escasseado de lado a lado. Mas o Inter parecia ter mais apetite, e abriu o placar no apagar das luzes da primeira etapa. Taison chutou de fora da área, o goleiro deu rebote, e Patrick mandou a bola cruzada para dentro da área. Aí foi infelicidade para Luiz Felipe: o zagueiro esticou a perna na direção errada e acabou fazendo o gol contra.
A volta dos vestiários, porém, trouxe um panorama bem diferente. O Santos veio com disposição ofensiva, e conquistou o empate em menos de dois minutos. Em cobrança de escanteio, a bola dividida sobrou para Marcos Leonardo, livre dentro da área: 1 a 1. Três minutos depois, o mesmo atacante chegou a fazer o segundo, mas o VAR anulou o lance por impedimento. Atônito, o Inter assistia o Peixe jogar, com duas importantes defesas de Marcelo Lomba antes dos 15 minutos.
O Colorado deu sinais de reação aos 18, com Maurício surgindo em velocidade e chutando na trave. Oito minutos depois, João Paulo fez duas intervenções seguidas, em chutes de Maurício e Edenilson. A insatisfação da torcida, porém, foi se fazendo sentir, na medida em que os erros e desperdício na zona de ataque se acumulavam. As vaias ao fim do jogo deixaram clara a preocupação da nação colorada com a sequência de maus resultados.
INTER (1) - Marcelo Lomba; Saravia (Mercado), Bruno Méndez, Cuesta e Moisés; Johnny (Zé Gabriel), Edenilson, Taison, Patrick (Maurício) e Palacios (Heitor); Yuri Alberto. Técnico: Diego Aguirre.
SANTOS (1) - João Paulo; Kaiky, Luiz Felipe e Danilo Boza; Madson, Vinicius Zanocelo (Sandry), Felipe Jonatan (Camacho), Pirani (Carlos Sánchez), Ângelo (Matias Lacava) e Lucas Braga; Marcos Leonardo (Raniel). Técnico: Fábio Carille.
Árbitro: Bráulio da Silva Machado.
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO