Porto Alegre, sábado, 20 de novembro de 2021.
Dia Nacional da Consciência Negra. Dia Universal das Crianças.
Porto Alegre,
sábado, 20 de novembro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Campeonato Brasileiro

- Publicada em 20/11/2021 às 21h07min.

Grêmio vence a Chape e mantém vivo o sonho de seguir na Série A

Melhor em campo, Lucas Silva abriu o caminho da vitória com um belo gol de fora da área

Melhor em campo, Lucas Silva abriu o caminho da vitória com um belo gol de fora da área


LUCAS UEBEL/GRÊMIO FBPA/JC
Deivison Ávila
Na noite deste sábado (20), o Grêmio deu mais um importante passo para o milagre de se salvar da Série B. Diante da já rebaixada e fraca Chapecoense, o Tricolor não precisou de muito esforço para bater os catarinenses por 3 a 1, na Arena Condá, e somar mais três pontos no Campeonato Brasileiro. Agora, a equipe de Vagner Mancini precisa de três vitórias e um empate nos cinco jogos restantes para seguir na Série A.
Na noite deste sábado (20), o Grêmio deu mais um importante passo para o milagre de se salvar da Série B. Diante da já rebaixada e fraca Chapecoense, o Tricolor não precisou de muito esforço para bater os catarinenses por 3 a 1, na Arena Condá, e somar mais três pontos no Campeonato Brasileiro. Agora, a equipe de Vagner Mancini precisa de três vitórias e um empate nos cinco jogos restantes para seguir na Série A.
A primeira chance claríssima de gol foi da Chape, logo aos dois minutos: Henrique Almeida aproveitou uma falha de Kannemann, dentro da área, e chutou para uma grande defesa do, agora, Gabriel Grando, que pediu para tirar o Chapecó do nome, como uma homenagem ao pai. A resposta tricolor veio dois minutos depois, mas Jhonata Robert chutou fraco e facilitou a defesa de João Paulo. Aos nove, na bola parada, Lucas Silva cobrou falta frontal, a bola passou pela barreira, levando perigo ao gol catarinense.
A partida seguiu equilibrada, com um leve domínio gaúcho, mas sem chegadas muito efetivas. Mas com mais posse de bola, oferecida pela própria Chape, o Tricolor quase abriu o marcador, aos 32, com Jhonata Robert, que perdeu um gol na cara de João Paulo. Só que três minutos depois, Lucas Silva acertou um belo chute de fora da área e para abrir o marcador na Arena Condá.
A superioridade técnica do Grêmio se fez ainda maior no segundo tempo. Sem forças e sem qualidade nenhuma para buscar uma reversão no marcador, a Chape quase sofreu o segundo, aos cinco, com Diego Souza, mas ele cabeceou por cima.
Aos 13, Lucas Silva quase marcou mais um, de fora da área, mas a bola caprichosamente saiu. Só que no minuto seguinte, Thiago Santos passou por três marcadores, invadiu a área e chutou no cantinho, para marcar um belo gol.
Com um relaxamento natural pela vantagem no placar, o Tricolor sofreu um revés, aos 30: Anderson Leite cobrou escanteio, a bola bateu na cabeça de Cortez e entrou, para azar do lateral. Só que a Chape devolveu a cortesia. Aos 34, Cortez cruzou e o zagueiro Laércio jogou contra o próprio gol, marcando o terceiro do Grêmio.
Nesta terça-feira, às 21h, o time de Mancini volta a campo, na Arena, diante do Flamengo, em jogo adiado da 2ª rodada.
Chapecoense 1 João Paulo; Ezequiel, Laércio, Ignácio e Busanello; Moisés Ribeiro (Bruno Silva), Mike (Lima), Anderson Leite, Ronei (Renê Júnior) e Kaio Nunes (Rodrigo Silva); Henrique Almeida (Geuvânio). Técnico: Felipe Endres (interino).
Grêmio 3 Gabriel Grando; Rafinha (Vanderson), Geromel, Kannemann e Cortez; Thiago Santos (Villasanti), Lucas Silva e Campaz (Victor Bobsin); Jhonata Robert (Alisson), Ferreira e Diego Souza (Borja). Técnico: Vagner Mancini.
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (FIFA/PR).
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO