Porto Alegre, domingo, 31 de outubro de 2021.
Dia das Bruxas.
Porto Alegre,
domingo, 31 de outubro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Campeonato Brasileiro

- Publicada em 31/10/2021 às 18h21min.

Grêmio perde para o Palmeiras e fica a sete pontos para deixar o Z-4

Raphael Veiga marcou os dois gols que definiram a virada paulista

Raphael Veiga marcou os dois gols que definiram a virada paulista


CESAR GRECO/PALMEIRAS SE/JC
Deivison Ávila
Mais de 14 mil torcedores viram a 15ª derrota do Grêmio em 27 partidas no Campeonato Brasileiro. A atuação deste domingo (31) estava perfeita. O Tricolor pulou na frente do marcador, mas em cinco minutos, Thiago Santos fez um pênalti bobo, o sistema defensivo falhou e o Palmeiras virou a partida. No final do jogo, mais um gol selou o fracasso gremista. O 3 a 1 dos paulistas mantém o Grêmio na penúltima colocação, com 26 pontos, agora, sete do primeiro fora do Z-4, o Bahia.
Mais de 14 mil torcedores viram a 15ª derrota do Grêmio em 27 partidas no Campeonato Brasileiro. A atuação deste domingo (31) estava perfeita. O Tricolor pulou na frente do marcador, mas em cinco minutos, Thiago Santos fez um pênalti bobo, o sistema defensivo falhou e o Palmeiras virou a partida. No final do jogo, mais um gol selou o fracasso gremista. O 3 a 1 dos paulistas mantém o Grêmio na penúltima colocação, com 26 pontos, agora, sete do primeiro fora do Z-4, o Bahia.
A principal novidade na escalação gremista foi a volta de Geromel, reeditando a tão vitoriosa dupla com Kannemann. Já a especulada formação com três volantes não foi adotada. Mancini preferiu manter Jean Pyerre no meio-campo para dar mais criatividade ao setor. Do outro lado, o adversário trouxe à Arena um elenco forte, com muita técnica. E, aos sete minutos, os visitantes quase abriram o placar: em cobrança de falta frontal, Scarpa bateu firme e a bola estourou na trave de Brenno.
Só que o Tricolor aproveitou uma falha de Marcos Rocha na direita. Aos dez minutos, Douglas Costa acreditou até o fim, chegou na linha de fundo e cruzou para o meio, onde Diego Souza se antecipou à zaga e mandou para o fundo das redes. A partir do gol marcado, o Grêmio passou a esperar o Palmeiras a apostar nos contra-ataques. Aos 29, Alisson cruzou na cabeça de Diego Souza, que finalizou para um milagre de Weverton, na Arena.
Melhor em campo, aos 42, os donos da casa foram castigados por um pênalti infantil cometido por Thiago Santos, que empurrou Marcos Rocha com o braço dentro da área, sendo que o lateral palmeirense sairia com a bola pela linha de fundo. Chamado pelo VAR, o juiz confirmou a penalidade. Três minutos depois, Raphael Veiga cobrou e deixou tudo igual. E, em um roteiro de time que está a 27 rodada no Z-4, aos 50, Raphael Veiga recebeu passe de Scarpa fora da área e, sem marcação, chutou rasteiro para virar o jogo.
O Grêmio pouco fez em 15 minutos da etapa final. Aos dez, Douglas Costa tentou arremate de longe, mas a bola subiu e saiu sem perigo. Para tentar dar um novo gás ao time, Mancini sacou Diego Souza e colocou o jovem Elias, artilheiro do Brasileirão de Aspirantes. Sem conseguir alterar o cenário, o Grêmio quase tomou o terceiro. Aos 25, Raphael Veiga cobrou falta no ângulo, mas Brenno voou para espalmar para a linha de fundo.
Precisando desesperadamente pontuar, Mancini jogou o time ao ataque e o Grêmio só voltou a assustar aos 33: Cortez chutou de fora da área e Weverton espalmou para escanteio. Aos 40, Elias marcou o gol de empate, mas o VAR anulou o lance por impedimento. E, no final, aos 48, Danilo Barbosa deu ótimo passe para Breno Lopes bater cruzado e definir a vitória paulista. Para piorar, torcedores invadiram o gramado, quebraram o VAR e ameaçaram invadir o túnel de acesso aos vestiários, o que deve provocar punição e perda de mando de campo para o Tricolor.
FICHA TÉCNICA
Grêmio 1
Brenno; Vanderson, Geromel, Kannemann e Cortez; Thiago Santos (Lucas Silva), Villasanti (Campaz), Douglas Costa, Jean Pyerre (Jhonata Robert) e Alisson (Churín); Diego Souza (Elias). Técnico: Vagner Mancini.
Palmeiras 3
Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Piquerez; Felipe Melo, Zé Rafael (Danilo), Gustavo Scarpa (Wesley), Raphael Veiga (Breno Lopes) e Dudu (Luiz Adriano); Rony (Danilo Barbosa). Técnico: Abel Ferreira.
Árbitro: Sávio Pereira Sampaio (DF).
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO