Porto Alegre, terça-feira, 12 de outubro de 2021.
Dia da Criança. Feriado - Nossa Senhora Aparecida.
Porto Alegre,
terça-feira, 12 de outubro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Inter

- Publicada em 12/10/2021 às 16h50min.

Guerrero pede dispensa e deve rescindir com o Inter

Sem receber muitas chances no Beira-Rio, Guerrero deve focar na parte física para voltar a jogar em 2022

Sem receber muitas chances no Beira-Rio, Guerrero deve focar na parte física para voltar a jogar em 2022


RICARDO DUARTE/INTER/JC
Deivison Ávila
A Era Paolo Guerrero está perto do fim no Beira-Rio. Na noite desta segunda-feira (11), o Inter comunicou que o atacante peruano pediu dispensa para resolver assuntos particulares, deixando em aberto o seu futuro no clube e na carreira. Com vínculo até o final do ano, o camisa 9 está recuperado da lesão no joelho direito, no entanto, alguns movimentos ainda provocam dores.
A Era Paolo Guerrero está perto do fim no Beira-Rio. Na noite desta segunda-feira (11), o Inter comunicou que o atacante peruano pediu dispensa para resolver assuntos particulares, deixando em aberto o seu futuro no clube e na carreira. Com vínculo até o final do ano, o camisa 9 está recuperado da lesão no joelho direito, no entanto, alguns movimentos ainda provocam dores.
Liberado pela seleção do Peru após a vitória sobre o Chile, na última quinta-feira (7), pela Eliminatória Sul-Americana, Guerrero buscará solucionar o problema para estar plenamente recuperado para a próxima temporada. Ele deveria se reapresentar no CT Parque Gigante para reavaliar sua condição médica, mas preferiu pedir a dispensa.
A tendência é que ele rescinda o contrato com o Inter de forma amigável, já podendo assinar com qualquer outro clube. Seu representante e a direção colorada já abriram conversas para ajustar as pontas. O mais provável é que ele atue pelo Alianza Lima, do Peru, time do coração, a partir da próxima temporada.
Em maio deste ano, Guerrero e seu procurador, Vinícius Prates, tentaram uma rescisão unilateral com o Inter, com a justificativa de o atleta estar insatisfeito no clube. Entretanto, o jogador não apresentou nenhuma proposta para sair, além de não apresentar nenhuma proposta financeira para o Colorado. Passados alguns dias, ele voltou atrás e disse que iria cumprir o contrato até o fim.
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO