Porto Alegre, domingo, 03 de outubro de 2021.
Dia do Petróleo Brasileiro. Dia Mundial do Dentista.
Porto Alegre,
domingo, 03 de outubro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Campeonato Brasileiro

- Publicada em 03/10/2021 às 10h11min.

Internacional perde para o Atlético-MG fora de casa

Yuri Alberto quase marcou o primeiro gol do Colorado no fim do primeiro tempo

Yuri Alberto quase marcou o primeiro gol do Colorado no fim do primeiro tempo


RICARDO DUARTE/INTER/DIVULGAÇÃO/JC
O Inter perdeu para o Atlético-MG por 1 a 0 fora de casa. Foi o primeiro confronto do Galo, após a eliminação para o Palmeiras na semifinal da Copa Libertadores. O Colorado interrompeu série invicta. Já o Atlético-MG contou com a estrela do atacante Keno para vencer no Mineirão, em Belo Horizonte (MG), pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.
O Inter perdeu para o Atlético-MG por 1 a 0 fora de casa. Foi o primeiro confronto do Galo, após a eliminação para o Palmeiras na semifinal da Copa Libertadores. O Colorado interrompeu série invicta. Já o Atlético-MG contou com a estrela do atacante Keno para vencer no Mineirão, em Belo Horizonte (MG), pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.
Keno saiu do banco de reservas e mudou a história do jogo com suas principais características: velocidade e faro de gol. Antes disso, o Internacional havia criado as melhores chances de gol na partida. Foi um gol histórico: o gol 1000 do time mineiro no Brasileirão de pontos corridos, desde 2003.
A vitória manteve o Atlético-MG na liderança, agora com 49 pontos ganhos. A diferença para o Palmeiras, vice-líder, é 11 pontos, apesar de o time paulista ainda entrar em campo neste domingo contra o Juventude. Já o Internacional viu cair uma invencibilidade de oito jogos no campeonato e desperdiçou a chance de encostar no G4, apesar de seguir bem colocado: é o sétimo, com 32 pontos.
Horas antes de a bola rolar, uma forte chuva caiu na cidade de Belo Horizonte, principalmente na região da Pampulha, deixando o gramado do Mineirão bastante pesado. Por isso, o primeiro tempo foi muito equilibrado e com poucas oportunidades de gol.
A primeira chegada do Atlético-MG aconteceu aos 12 minutos, em cabeceio de Nathan Silva pela linha de fundo. Mas o Internacional respondeu logo em seguida, aos 15, quando Taison iniciou a jogada e encontrou Moisés em ótima posição. O lateral cruzou e quase encontrou Patrick para finalizar.
A postura do Internacional foi de ter a posse de bola e evitar com que o Atlético-MG ficasse perto da sua área, uma estratégia que surtiu efeito, até mesmo pela forte marcação dos gaúchos em cima de Nacho Fernández e Hulk.
Com o jogo controlado, o Internacional teve tranquilidade e quase foi premiado com gol aos 45 minutos. Edenílson fez ótima jogada pela direita e tocou para Yuri Alberto. O atacante finalizou de primeira e obrigou Everson fazer linda defesa, mandando a bola para a linha de fundo.
No segundo tempo, o Internacional seguiu mais efetivo no ataque e quase abriu o placar aos dois minutos. Moisés cruzou na área e Nathan Silva, de forma estranha, recuou para Everson e quase mandou contra o próprio gol. O camisa 1 chegou a tempo e fez a defesa.
O Atlético-MG não ficou atrás e foi mais objetivo com a bola nos pés. Aos 13 minutos, Guga recebeu ótimo passe, invadiu a área e foi travado pela marcação. Só que consequentemente deu mais espaços ao Inter, que voltou a assustar aos 14 em finalização fraca de Taison nas mãos de Everson.
Cuca mexeu na formação e apostou na velocidade de Keno para sair de campo com a vitória. As chances pelo menos apareceram. Numa delas, aos 29, Guilherme Arana cruzou na área e o atacante desviou muito perto da trave do goleiro Daniel.
Melhor em campo, o Atlético-MG abriu o placar aos 32 minutos. Hulk encarou a marcação de Rodrigo Dourado, foi até a linha de fundo e cruzou para Keno desviar para as redes. Gol merecido pela postura ofensiva na reta final da partida.
A vantagem mudou a pressão de lado e o Internacional correu atrás do prejuízo. Mas parou na forte marcação do time mineiro, que segurou a vitória até o apito final.
O Atlético-MG volta a campo na próxima quarta-feira para enfrentar a Chapecoense, às 19 horas, na Arena Condá, em Chapecó (SC). Já o Internacional, no mesmo dia e horário visitará o Ceará, na Arena Castelão, em Fortaleza (CE).
Agência Estado
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO