Porto Alegre, domingo, 26 de setembro de 2021.
Dia Nacional dos Surdos.
Porto Alegre,
domingo, 26 de setembro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Campeonato Brasileiro

- Publicada em 26/09/2021 às 20h30min.

Grêmio joga mal, leva 4 a 2 do Athletico-PR e perde chance de sair do Z-4

Resultado mantém o Tricolor na zona de rebaixamento do Brasileirão, com 22 pontos

Resultado mantém o Tricolor na zona de rebaixamento do Brasileirão, com 22 pontos


LUCAS UEBEL /GRÊMIO FBPA/JC
Igor Natusch
O Grêmio entrou em campo neste domingo (26), contra o Athletico-PR, com uma perspectiva animadora. Os resultados paralelos ajudaram e, com uma vitória, o Tricolor poderia terminar a rodada, finalmente, fora da zona de rebaixamento no Brasileirão. Para isso, porém, é preciso jogar futebol – e o time de Luiz Felipe Scolari não conseguiu ter sucesso nessa tarefa, perdendo por um indigesto 4 a 2 e estacionando nos 22 pontos.
O Grêmio entrou em campo neste domingo (26), contra o Athletico-PR, com uma perspectiva animadora. Os resultados paralelos ajudaram e, com uma vitória, o Tricolor poderia terminar a rodada, finalmente, fora da zona de rebaixamento no Brasileirão. Para isso, porém, é preciso jogar futebol – e o time de Luiz Felipe Scolari não conseguiu ter sucesso nessa tarefa, perdendo por um indigesto 4 a 2 e estacionando nos 22 pontos.
Os donos da casa se impuseram desde a primeira etapa, marcando alto e chegando forte na frente. O Grêmio, por sua vez, fazia uma partida tímida, como se pedisse licença para trocar passes no gramado da Arena da Baixada. Aos 30 minutos, a superioridade virou gol. Acionado por Kayzer, Pedro Rocha surgiu livre pela direita e chutou firme, sem chance para Chapecó. O ex-gremista estava com fome de gol, e fez outro aos 45: em bola cruzada, desviou de cabeça para ampliar.
O Tricolor voltou dos vestiários com mudanças, colocando Douglas Costa e Léo Pereira e buscando mais criatividade ofensiva. Não deu certo. Aos 10 minutos, quem fez mais um foi o Athletico-PR, em cabeceio de Kayzer. Mesmo com o placar dilatado, o Furacão jogava em cima do Grêmio, e os erros da defesa enchiam de medo a torcida tricolor.
Para alívio momentâneo da nação gremista, o Tricolor descontou aos 14, com Thiago Santos cabeceando em cobrança de escanteio. Mas nem deu tempo de criar alguma esperança: um minuto depois, o Grêmio já levaria o quarto, novamente com Kayzer. Depois da goleada consolidada, o jogo diminuiu de intensidade. Quase no fim do jogo, Vanderson cruzou, Santos falhou e o Grêmio diminuiu a goleada.
ATHLETICO-PR (4) - Santos; José Ivaldo, Thiago Heleno (Nico Hernández) e Lucas Fasson; Khellven (Marcinho), Richard (Christian), Cittadini e Nicolas; Nikão, Kayzer (Bissoli) e Pedro Rocha (Carlos Eduardo). Técnico: Bruno Lazaroni.
GRÊMIO (2) - Gabriel Chapecó; Vanderson, Ruan, Rodrigues e Rafinha; Thiago Santos (Mateus Sarará), Lucas Silva (Douglas Costa) e Villasanti (Darlan); Ferreira, Borja e Alisson (Léo Pereira). Técnico: Luiz Felipe Scolari.
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (Fifa-SP).
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário