Porto Alegre, sexta-feira, 10 de setembro de 2021.
Porto Alegre,
sexta-feira, 10 de setembro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Copa do Brasil

- Publicada em 19h12min, 10/09/2021.

Flamengo reafirma torcida contra o Grêmio e abre venda de ingressos

Capacidade máxima do Maracanã será limitada a 35% do total, com exigência do cartão de vacinas

Capacidade máxima do Maracanã será limitada a 35% do total, com exigência do cartão de vacinas


ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO/JC
Em meio à polêmica volta do público aos jogos do Flamengo, o clube carioca assegurou que entrará em campo com apoio de sua torcida para enfrentar o Grêmio pelas quartas de final da Copa do Brasil, na quarta-feira (15), às 21h30min.
Em meio à polêmica volta do público aos jogos do Flamengo, o clube carioca assegurou que entrará em campo com apoio de sua torcida para enfrentar o Grêmio pelas quartas de final da Copa do Brasil, na quarta-feira (15), às 21h30min.
Em comunicado no site oficial, o Flamengo declarou que o jogo entre as equipes será um evento teste para a volta da torcida e abriu a venda de ingressos. "A partida de volta entre Flamengo e Grêmio, válida pelas quartas de final da Copa do Brasil 2021, será disputada no Maracanã, no dia 15/09/2021, com capacidade limitada a 35% do total. Para efetuar a compra do ingresso e poder acessar o estádio, o torcedor deverá comprovar o seu esquema vacinal contra a Covid-19, com a primeira dose, a segunda dose ou a dose única", afirma o comunicado.
Pelas regras estabelecidas no decreto da prefeitura do Rio de Janeiro, torcedores maiores de 50 anos deverão apresentar comprovante das duas doses da vacina, enquanto aqueles entre 15 e 49 anos, devem comprovar ter recebido ao menos uma dose do imunizante.
Do lado gremista, a presença de público não é vista com bons olhos. Segundo a diretoria tricolor, como o jogo de ida não teve a presença de público, a volta também não deve ter. "O regulamento diz que será absolutamente igualitária. Não tem público numa praça, não terá em outra", disse Romildo Bolzan Jr., presidente do Grêmio.
A ideia da diretoria gremista é viajar ao Rio de Janeiro, ir ao estádio e, diante do cenário, confirmar ou não a posição de entrar no gramado.
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário