Porto Alegre, terça-feira, 31 de agosto de 2021.
Dia do Nutricionista.
Porto Alegre,
terça-feira, 31 de agosto de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Brasileiro Feminino

- Publicada em 20h22min, 31/08/2021. Atualizada em 21h28min, 31/08/2021.

Inter precisará reverter vantagem do Palmeiras, em São Paulo

Atacante Fabi Simões machucou o tornozelo e é dúvida para o joga da volta, em São Paulo

Atacante Fabi Simões machucou o tornozelo e é dúvida para o joga da volta, em São Paulo


CBF/DIVULGAÇÃO/JC
O Inter vai precisar reverter a vantagem obtida pelo Palmeiras no jogo de ida da semifinal da Campeonato Brasileiro Feminino. Na noite de segunda-feira (30), as paulistas venceram as Gurias Coloradas por 1 a 0, no Beira-Rio. Como não tem gol qualificado nesta fase da competição, as gaúchas precisam marcar ao menos um gol para levar a decisão para os pênaltis.
O Inter vai precisar reverter a vantagem obtida pelo Palmeiras no jogo de ida da semifinal da Campeonato Brasileiro Feminino. Na noite de segunda-feira (30), as paulistas venceram as Gurias Coloradas por 1 a 0, no Beira-Rio. Como não tem gol qualificado nesta fase da competição, as gaúchas precisam marcar ao menos um gol para levar a decisão para os pênaltis.
Na primeira partida da semifinal, as Gurias Coloradas começaram o jogo tentando comandar as ações. Porém, esse domínio não durou mais do que cinco minutos. Aos sete minutos, o Palmeiras aliviou a pressão e chegou com perigo ao ataque, em lance no qual árbitra chegou a marcar pênalti, mas, após consulta ao VAR entendeu que a jogada não caracterizava penalidade.
A partir daí a equipe paulista passou a equilibrar as ações e a marcar a saída de bola das coloradas, o que dificultava a armação de jogadas do time da casa. Não bastasse a dificuldade imposta pelas adversárias, o Inter perdeu duas atletas por lesões. Primeiro, Shashá machucou o ombro em um choque com uma adversária e teve que ser substituída. Depois, Fabi Simões machucou o tornozelo. Ela continuou no campo, mas não voltou para o segundo tempo.
A etapa final começou muito disputada, mas com poucos lances agudos no ataque. O Inter esboçou novamente uma pressão, propondo o jogo, mas o Palmeiras segurou o ímpeto adversário. E logo a resposta veio, e foi fatal. Aos 29 minutos, Julia recebeu de Leidi, foi à linha de fundo e cruzou para a Chu, que, no meio da área, desviou de letra, vencendo a goleira Vivi.
O confronto, que estava morno, esquentou novamente. E o Inter quase empatou aos 34: após cruzamento na área, Isa Hass tocou na pequena área e a goleira Jully segurou a bola já em cima da linha. Em seguida, Mileninha chutou a bola, já dominada pela goleira, para o fundo da rede. De início, a árbitra deu gol, mas a assistente assinalou falta em Jully e o lance foi anulado.
O Internacional teve outra grande oportunidade com uma cabeçada perigosa dentro da área, mas Jully fez boa defesa e salvou o Palmeiras pela última vez. Os times se encontram novamente na manhã do próximo domingo, às 11h, na Allianz Arena.
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário