Porto Alegre, quinta-feira, 15 de julho de 2021.
Dia Nacional dos Clubes.
Porto Alegre,
quinta-feira, 15 de julho de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Libertadores da América

- Publicada em 23h25min, 15/07/2021. Atualizada em 23h53min, 15/07/2021.

Inter empata sem gols com o Olimpia e decisão fica para Porto Alegre

Caio Vidal, ainda na etapa inicial, criou as melhores chances coloradas na partida

Caio Vidal, ainda na etapa inicial, criou as melhores chances coloradas na partida


RICARDO DUARTE/INTER/JC
Deivison Ávila
O resultado até saiu barato para o Inter. Nesta quinta-feira (15), o Colorado foi até Assunção e ficou no 0 a 0 com o Olimpia, pela partida de ida das oitavas de final da Libertadores. No jogo em que o goleiro Daniel foi o melhor em campo, a igualdade no marcador deixou o time de Diego Aguirre na obrigação de vencer em casa para avançar às quartas de final.
O resultado até saiu barato para o Inter. Nesta quinta-feira (15), o Colorado foi até Assunção e ficou no 0 a 0 com o Olimpia, pela partida de ida das oitavas de final da Libertadores. No jogo em que o goleiro Daniel foi o melhor em campo, a igualdade no marcador deixou o time de Diego Aguirre na obrigação de vencer em casa para avançar às quartas de final.
O técnico colorado não fez nenhuma invenção na escalação para enfrentar os paraguaios. Sem contar com Saravia e Taison, machucados, ele mandou a campo Heitor e Boschilia. Os primeiros minutos foram de bastante cautela, com os dois times se estudando bastante. A primeira chance foi dos donos casa. Aos oito minutos, Derlis González acionou Pitta, que limpou e bateu. A bola passou perto do gol de Daniel.
O Inter teve a posse de bola na maior parte da primeira etapa e quase marcou em duas chegadas em sequência. Aos 27, Boschilia tocou para Caio Vidal, que se livrou da marcação e chutou no ângulo, mas Aguilar fez grande defesa. Em seguida, após cobrança de escanteio de Edenilson, o goleiro paraguaio deu rebote e Caio Vidal arriscou de fora da área e Aguilar, de mão trocada, voou para salvar o Olimpia.
A equipe do Paraguai chegou com perigo nos minutos finais. Aos 44, após cruzamento com desvio pela esquerda, Heitor cortou, mas a bola caiu no pé de Iván Torres. Ele chutou no canto direito, mas Daniel se esticou todo para mandar para escanteio. E, nos acréscimos, depois de uma bola levantada na área, Dourado afastou errado e Silva chegou chutando, de primeira, para Daniel fazer um milagre no Defensores del Chaco.
O Inter voltou com Johnny no lugar de Boschilia. E seguiu repetindo erros bobos. Aos oito minutos, após cobrança de falta da intermediária, Alcaraz cabeceou e quase encobriu Daniel, que saiu do gol errado, mas se recuperou a tempo. A troca feita por Aguirre não surtiu nenhum efeito e o Inter seguiu desencontrado, displicente e errando muitos passes.
Aos 19, o Colorado perdeu um contra-ataque e deu a bola para o Olimpia. Alejandro Silva cruzou da direita e Recalde se livrou do marcador e chutou para mais uma defesa salvadora de Daniel. Aos 27, em mais um contra-ataque paraguaio, Heitor falhou, Derlis González rolou para Salazar, dentro da área, que errou na cara do gol.
Aguirre poderia ter mexido mais no time, mas não o fez. Nos minutos finais, o Inter até tentou construir alguma coisa, mas não conseguiu. O empate sem gols ficou de bom tamanho pelas chances perdidas pelo Olimpia, que viu o goleiro Daniel ser o melhor em campo.
Olimpia-PAR 0 Aguilar; Salazar (Cáceres), Alcaraz, Salcedo e Iván Torres; Alejandro Silva (Ramón Sosa), Ojeda (Santacruz), Orzusa e Derlis González; Recalde (Roque Santa Cruz) e Isidro Pitta (Camacho). Técnico: Sergio Ostermán.
Inter 0 Daniel; Heitor, Bruno Méndez, Víctor Cuesta e Moisés; Rodrigo Dourado, Edenison (Vinícius Mello), Caio Vidal (Carlos Palacios), Boschilia (Johnny) e Patrick; Yuri Alberto. Técnico: Diego Aguirre.
Árbitro: Patricio Loustau (ARG).
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário