Porto Alegre, segunda-feira, 21 de junho de 2021.
Dia do Mídia. Início do Inverno.
Porto Alegre,
segunda-feira, 21 de junho de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Campeonato Brasileiro

- Publicada em 18h05min, 20/06/2021. Atualizada em 09h34min, 21/06/2021.

Inter joga pouco, só empata com Ceará e segue sem vencer no Beira-Rio

Mesmo saindo na frente, Inter acabou cedendo empate em 1 a 1

Mesmo saindo na frente, Inter acabou cedendo empate em 1 a 1


RICARDO DUARTE/INTER/JC
Igor Natusch
Assistindo a partida dos camarotes do Beira-Rio, o novo treinador do Inter, Diego Aguirre, deve ter percebido que terá algum trabalho pela frente. Em uma partida sem brilho, na qual o adversário jogou melhor boa parte do tempo, o Inter só empatou com o Ceará em 1 a 1, na tarde deste domingo (20) perdendo a chance de galgar degraus na tabela do Brasileirão. A equipe gaúcha segue sem vencer no Beira-Rio, e soma 5 pontos na competição.
Assistindo a partida dos camarotes do Beira-Rio, o novo treinador do Inter, Diego Aguirre, deve ter percebido que terá algum trabalho pela frente. Em uma partida sem brilho, na qual o adversário jogou melhor boa parte do tempo, o Inter só empatou com o Ceará em 1 a 1, na tarde deste domingo (20) perdendo a chance de galgar degraus na tabela do Brasileirão. A equipe gaúcha segue sem vencer no Beira-Rio, e soma 5 pontos na competição.
Ainda conduzido pelo interino Osmar Loss, o Colorado teve um desfalque de última hora: Moisés sentiu lesão muscular no aquecimento e acabou sendo trocado por Leo Borges. A partida, porém, começou promissora. Logo aos 5 minutos, o goleiro Vinicius Machado saiu do gol de forma atabalhoada e atingiu Yuri Alberto, na risca da área. Com o auxílio do VAR, foi marcado o pênalti – e aí Edenilson não perdoou: bola de um lado, goleiro do outro e Inter na frente do placar.
O Ceará, porém, atacava com velocidade, e chegou a fazer gol com Mendoza aos 15 minutos, anulado pela arbitragem. Aos 28, a bola bateu no braço de Edenilson dentro da área, e o árbitro de vídeo entrou de novo em campo – desta vez, para descartar a penalidade. O fato, porém, é que o Vozão jogava melhor, se impondo fisicamente sobre os donos da casa.
A superioridade dos visitantes se confirmou aos 45 minutos da primeira etapa. Cobrando falta, Lima venceu Daniel, e a bola bateu no travessão antes de entrar: 1 a 1. Logo depois, Galhardo repetiu lance do jogo anterior, contra o Atlético-MG: erro da defesa, contra-ataque livre, mas problema ao driblar o goleiro e chance de gol desperdiçada.
A situação pouco mudou na volta dos vestiários. Aos 8 minutos, Saulo perdeu chance de ouro para marcar. Dando combate ainda no campo adversário e atacando com velocidade, o Ceará aproveitava o nervosismo colorado para criar chances. Em todo o segundo tempo, o Inter só chutou de longe, por cima do gol. Daniel ainda teve que salvar o Colorado nos descontos, em chute à queima-roupa de Mendoza.
FICHA TÉCNICA
INTER 1
Daniel; Heitor (Nonato), Lucas Ribeiro, Cuesta e Leo Borges (Peglow); Rodrigo Lindoso, Edenilson e Lucas Ramos (Maurício); Patrick, Yuri Alberto e Thiago Galhardo (Caio Vidal). Técnico: Osmar Loss.
CEARÁ 1
Vinicius Machado; Gabriel Dias, Messias, Gabriel Lacerda e Bruno Pacheco (Kelvyn); Fernando Sobral, Marlon (Charles), Jorginho (Vina), Lima (Hélio Borges) e Mendoza; Saulo. Técnico: Guto Ferreira.
Árbitro: Diego Pombo Lopes (BA).
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário